#TodosComADani – Solidariedade

Olá pessoal, ontem eu tive contato com um relato que pedia ajuda para a Dani e que descrevia toda a situação. O pedido partiu da Luciana Zanetti que já esteve com a Dani e presenciou todas as dificuldades que ela vivencia e resolveu se mover e pedir mais ajuda pela internet, ao ler o relato que transcrevo uma parte abaixo. Eu atentei que por lidar com vários lojistas plus size, e conhecer muitas mulheres que usam tamanhos grandes eu poderia ajudar nessa questão que nem foi pedida por saber que é difícil de conseguir mesmo.

“Estou em campanha para ajudá-la, a Daniela tem câncer de endométrio, não sai da cama a quase 2 anos (a não ser quando o serviço de remoção a leva para o hospital), ela é obesa, pesa uns 150 quilos e associado a uma queda, tem muita dificuldade para se levantar!
Ontem estive na casa dela, levei algumas doações que recolhi. A casa dela cheira mal, tem muito lixo, urina e fezes de cachorro, muita bagunça… A Dani estava gemendo de dor. Levei remédios, alimentos e fraldas. No entanto os pacotes EG vem com apenas 7 unidades. Ela usa 4 por dia. E a doação vai durar apenas uma semana! Por isso, preciso da ajuda de todos para que possamos arrumar um montante de fraldas maior para ela.
Dia 27 deste mês iremos à casa dela, limpar e pintar ao menos o quarto onde ela vive. Ela pediu um quarto na cor lilás! Precisamos de uma colcha bem bonita, varal para cortina, uma luminária, um quadro bonito, etc. Estou no Jabaquara e posso retirar no metrô. Também precisamos de uma casinha para as cachorrinhas. A casa é simples e não tem nem forro nem piso! A parede está no cal!”

As imagens abaixo são para facilitar o aceso a informações, resumir o caso e deixar opções bem claras para quem quer ajudar. <3

#TodoscomaDani#TodoscomaDani (2)

 

Sei que existem pela internet milhares de casos clamando por ajuda, sei que na cidade de cada um de nós pode existir alguém com um problema semelhante, mas a Dani me impactou e eu venho hoje pedir por ela. Acredito que juntos podemos melhorar muito a qualidade de vida que ela tem hoje.
Qualquer dúvida vocês podem me chamar no facebook, ou chamar diretamente a Luciana (aqui).
Ah, não esqueçam de ajudar compartilhando este post. <3

 

Calça Pied Poule Plus Size by Chic e Elegante

A estampa de pied poule me lembra dum look da década de 90 que minha mãe mandou fazer para mim, eu tinha 12/13 anos, era uma saia secretária com um sobretudo preto. Infelizmente não tenho fotos desses looks que eram ao mesmo tempo um trauma, pois não existia opção comprar pronto para o meu tamanho, era também uma satisfação em ter algo mais ou menos na moda. Essa fase crítica de não existir roupa para o meu tamanho passou e ficou no passado, hoje graças à moda plus size eu consigo realizar quase todos os meus desejos fashionistas. <3

Antes de mostrar o meu look, quero lembrar que mesmo sendo algo estampado, não precisamos nos prender a combinar apenas com uma blusa preta sem detalhes nenhum, vai bem com preto, com branco e inclusive com cores fortes e nenhuma delas precisa ser tão básicas, como vocês podem conferir na imagem abaixo.

Calça Pied Poule Plus Size (1)

Para o meu look eu escolhi a calça pied poule plus size da Domenica Solazzo e uma blusa preta com detalhes em renda trabalhada que eu já estava namorando na loja virtual Chic e Elegante.
Quando escolhi as peças pensei em usar com um scarpin e fazer algo mais luxuoso como eu acho que o look merece, mas infelizmente eu sou altinha demais e a calça não sobrou comprimento para eu subir no salto. (isso acontece com uma frequência maior que eu gostaria hahaha)
E eu acabei fazendo um look mais básico, combinei com uma sapatilha dourada (fosca), para deixar o look arrumadinho mesmo sem salto, pois as peças em si são lindas demais e chamam atenção por si só. Vejam como ficou em mim. *__*

Calça Pied Poule Plus Size (2)

Eu estava usando: 

Blusa Domenica Solazzo – G3

Calça Domenina Solazzo – G4 

Sapatilha  Cleo Simon 

É válido lembrar que sou gorda, e talvez você considere que a calça possa não ter me favorecido pela cor ou textura.

Sim! Pode até ser que não favoreceu em reduzir medidas mesmo, mas ela é quentinha e confortável e eu não me visto pensando em despistar quem eu sou nunca. <3
Para conferir essas peças e muito mais, não deixem de acessar o site da Chic e Elegante, clicando aqui.

Agora vem aquela perguntinha chata, o que vocês acharam do meu look? Toda opinião é bem vinda por aqui.*___*

 

 

*Este post é um publieditorial. 

Não faz sentido alimentar a Gordofobia!

Na noite de ontem minha timeline estava repleta de ódio, muita gente tentando se defender de uma acusação, mas agredindo de forma desenfreada o opressor. Vou resumir o caso, pois a moça já teve ibope demais e me nego a dar print em qualquer coisa sobre isso. Uma menina desconhecida com um perfil já com algumas polemica, resolveu atacar os concursos de Miss Plus Size e destilar toda sua gordofobia com comentários cruéis sobre pessoas gordas e bem absurdos. Em contrapartida muitas pessoas do nicho plus size, resolveram bater de volta, bateram pesado e sem argumentos, foi um show de horrores.
Para não dizer que não falei nada sobre isso, falei sim com um grupo de amigas GORDAS e Ativistas o quanto aquilo tudo me parecia desnecessário.
Muitas pessoas pediram meu posicionamento, eu poderia ter feito o mesmo no face, mas sei que o alcance do blog é maior e é por isso que trago para cá esse assunto.

Meu posicionamento como mulher Gorda e acostumada com as tretas virtuais é:
Eu não alimento Haters desconhecidos! A imagem abaixo reflete exatamente a realidade.

alimentar a Gordofobia

Pois eles não valem a minha energia e não faz sentido algum eu “brigar” com alguém que está ali apenas carente de atenção, mostrar a minha verdade não faria a menina mudar de idéia, muito menos postar uma foto minha nos comentários dela.
Quando o ataque é diretamente feito ao meu blog, quando se trata de uma situação em que vejo alguém com conhecimento mínimo de gordofobia e ainda a pratica e principalmente quando vem da mídia. Aí sim eu vou lá e tenho explicar.

Seria humanamente impossível eu brigar com todo mundo que fala que gordo é doente, feio e bobo.

Ao invés de ir lá xingar ela, ou achar defeitos nela para atacar, eu preferi passar a noite de domingo ajudando uma mulher a se reconhecer linda, mesmo que o mundo a diga o contrário, é esse meu foco principal, e eu não perderei nunca a chance de ajudar alguém que venha me pedir ajuda.
O que a moça disse foi péssimo? Foi sim não tenho dúvidas.
Luto por um mundo onde ninguém ofenda aos Gordos sim, mas luto por um mundo onde gordos também não se sintam no direito de ofender os outros, apenas por serem oprimidos.
Propagar o ódio é mais fácil eu não tenho dúvidas, mesmo assim, eu prefiro propagar coisas boas e um pouco de amor e autoestima de verdade para vocês. <3
Não vamos alimentar pessoas assim… Deixe-os sem resposta e eles desistem.

Look Plus Size Masculino com Jaqueta e lenço!

Olá meninas, eu já estava ansiosa para mostrar mais um look plus size masculino para vocês, mas a semana passada foi bem atribulada e eu acabei não conseguindo postar tudo que eu gostaria.
Mas hoje estou aqui novamente babando nas fotos e no estilo do nosso muso plus size hahaha.<3

No look de hoje o Jonothan usou uma jaqueta jeans como peça chave, mas foi o lenço que fez todo o diferencial e deixou-o ainda mais estiloso. Como ele mora em Juiz de Fora, os lenços são sempre uma boa opção, visto que lá venta e faz frio inesperadamente, além de criar também uma linha vertical de destaque, que pode ser usado como medida fashion, para quem quer tirar a atenção da barriga.
Lembrando sempre que não precisamos usar looks que disfarcem ou escondam nada, mas como sei que muitos homens nunca sequer experimentaram um lenço, deixo esse motivo a mais para que eles testem e ousem também em seus looks. Confiram comigo as fotos.

Masculino PLus Size Jaqueta  (6) Masculino PLus Size Jaqueta  (9) Masculino PLus Size Jaqueta  (10)Masculino PLus Size Jaqueta  (2)

Neste look ele usou:
Camisa: Air Waves
Calça: Fixação Jeans
Jaqueta: Cambos
Lenço: Armada
Coturno: Raphael Steffens

Créditos:

 Mateus Castro Fotografia, que é irmão do nosso muso, com apoio de direção e estilo da Tainá que é a responsável pelo T de Tagaerela, um blog/vlog ainda bebê e que vai amar ter vocês por lá.

Minha opinião aqui vai ser válida? Considerando que será, já aviso que adorei demais o look. <3

Mas quero saber também o que vocês acharam, contem-nos aqui nos comentários, vamos motivá-lo a criar muitos outros looks. *___*

A Gordofobia e os Médicos – Uma triste Realidade

Quem é gordo provavelmente já passou por alguma situação de preconceito em consultórios médicos, constantemente vejo relatos de pessoas que foram no médico por qualquer motivo banal e foram obrigadas a ouvir que precisavam emagrecer pela sua saúde. Infelizmente a Gordofobia e os Médicos possuem uma relação muito íntima.
No início da semana uma mulher Gorda que vou tratar como Mana, veio me relatar um episódio em que ela foi muito mal tratada no médico e vou reproduzir o que ela me contou.

Gordofobia e os Médicos
“Fui há umas duas semanas no ginecologista, e o Doutor me olhou torto, me tratou super mal, disse que não tinha estrutura para atender alguém do meu peso, pois. a cadeira ginecológica dele só suportava até 100 kg. De cara ele já acabou com a minha autoestima.
Eu falei com ele que estava em processo de bariátrica, que o peso foi em consequência da minha rotina de trabalho ( tenho uma rotina agitada com dois empregos, chegando em casa normalmente depois das 22h e por consequência como em horário errado e vou dormir tarde e etc.) .
Mas nada adiantou, ele parecia estar vendo um monstro, não importava ali o que falasse. Insisti e contei a ele que estava com um sangramento e que minha menstruação costumava ser irregular, justamente por conta do peso, passava muito tempo sem menstruar e quando vinha passava longos períodos menstruada, mas queria checar se estava tudo bem, era mesmo uma prevenção da minha parte um cuidado com meu corpo e minha saúde.
Porém, ele não se conteve em recusar me atender.
Ele enumero uma série de doenças que poderiam estar ocasionando o sangramento, como câncer de útero, mioma, endometriose etc..
Sai da consulta arrasada e preocupada, acabei indo em um pronto-socorro, onde consegui que fosse feto todos os exames e eu pude saber que estava tudo bem, que meu sangramento era apenas hormonal.
Como estou no processo para a bariátrica, tenho visitado muitos médicos e nunca fui tratada assim antes, mesmo com peso elevado eu sou ativa e não estou paralisada em uma cama, mesmo se eu estivesse ele poderia ter me tratado daquela forma.
Infelizmente este imbecil se sentiu no de dizer todas essas coisas para mim… Eu tenho certeza que não sou a única gorda a passar por isso, deve estar cheio de médico bruto tratando outras mulheres como nós, como se fossem um saco de lixo, com asco mesmo, pois foi isso que percebi nele.”

Mana é de Manaus tem 27 anos e uma carreira de sucesso, uma autoestima legal (acompanha o blog desde o início) e vive com um sorrisão nas fotos, mas isso não a impede de vivenciar a Gordofobia dos Médicos. Médicos que tinham como dever amparar pacientes! Optam por humilhar e generalizar como doente, todo e qualquer gordo que os procura. Infelizmente ele não é o único.

Por comportamentos assim como o deste Doutor, muitas pessoas gordas acabam por evitar médicos ao máximo, afinal ninguém curte ser humilhado, só que evitar não é a melhor solução.
Assim, como qualquer pessoa devemos fazer exames periódicos e manter a saúde em dia, sei que é difícil, mas o melhor nesses casos é tentar responder aos médicos e não voltar para casa “entalada” com o preconceito dele.
Não se culpem por serem gordos, os culpem por não saberem lidar com a diversidade e preferirem generalizar doenças, ao invés de investigar a causa real.
Sei que a Mana, não foi a única a passar por isso e os comentários estão abertos para vocês contarem seus “causos”. Quem sabe um dia a classe médica tenha vergonha de atitudes como essa, e comecem a nos respeitar como merecemos.