Ronda Rousey e a aceitação corporal!

Hoje eu tive conhecimento que Ronda Rousey tem um trabalho focado em ajudar mulheres que sofrem com problemas relacionados a própria imagem.  Sou totalmente leiga na questão do esporte, mas sei que Ronda é sucesso e faz brilhantemente o trabalho no qual se especializou.
Mas eu jamais imaginaria que a moça que além de saber bater em suas oponentes e ser sexy symbol para os carinhas fãs de UFC, era também uma mulher engajada na luta para que mais pessoas lidem bem com a própria imagem.

Ronda Rousey e a aceitação corporal
Se até hoje eu não tinha tido curiosidade de saber mais sobre ela, hoje eu tive e posso dizer que estou encantada de ver que ela está aproveitando sua fama para ajudar no empoderamento de outras mulheres.

A Campanha intituladaDNB (Do Nothing Bitch, em inglês) ou “mulher que não faz nada”, tradução livre para o português, veio de sua mãe. “A minha mãe não me criou para ser esse tipo de mulher que está sempre acomodada”, disse Rousey.
“Acho divertido quando as pessoas dizem que meu corpo parece masculino. Só porque ele foi desenvolvido para um fim diferente da maioria das mulheres, não significa que ele é masculino. Isso é estúpido! Não há um único músculo do meu corpo que não foi desenvolvido para um propósito”, explica.
O dinheiro arrecadado com a vendas camisas será doado com as vendas será revertido para o Didi Hirsch Mental Health Services Centre, nos Estados Unidos, uma instituição que ajuda mulheres com problemas de relação com o corpo e saúde mental.

ronda dont be aRonda defende que mulheres fora do padrão também são bonitas, mesmo ela tendo um corpo OPOSTO ao meu, vejo que ela também busca e contribui por uma sociedade que respeita a beleza em suas diferentes formas. <3

 

 

beda

Polêmica: Preconceito de empresas com mulheres gordas!

Ontem me deparei com uma matéria que questionava se era exagero ou não das consumidoras, ao julgaram que empresa foi preconceituosa nas imagens de divulgação destas calças.
Preconceito de empresas com mulheres gordas (2)

Preconceito de empresas com mulheres gordas (1)

 

O anúncio estava no Aliexpress e causou muitas críticas de consumidoras de tamanho plus size, por ser um meio bem sem noção de mostrar que a calça serve  em gordas.  É sem dúvida lastimável a forma como o gordo ainda é tratado na publicidade de produtos especialmente para eles, este caso é horrível e demonstra como a gordofobia pode ser cruel, um produto que deveria se mostrar bom para a cliente se mostra algo que reduz a mulher gorda apenas ao dobro de uma magra.

Infelizmente todos os dias precisamos lidar com empresas que usam modelos muito distante de suas consumidoras.

Ontem um pouco antes de ver essa matéria, me enviaram uma publicação de uma marca plus size, lá as consumidoras se queixavam do fato da modelo não ser plus size.

Sei que essa discussão está batida já e chega a ser cansativo ver mulheres pedindo representatividade e as marcas ignorando.  No entanto neste caso em específico a empresa afirmava que a modelo usa tamanho 48 e isso pode até ser verdade (visto que é o menor tamanho da marca) mas só é possível se tiver sido feito ajustes para as fotos.

Quando a empresa escolhe uma mulher magra para entrar em 2 pernas da calça e mostrar que cabe em uma gorda é um desrespeito e uma falta de noção enorme. Mas quando uma empresa usa uma mulher 42/44/46 e afirma que ela é 48 e não avisa dos ajustes que foram feitos na peça para que saíssem legal na foto, a empresa está agindo de forma desonesta ao iludir suas clientes que vestem o tamanho 48 que a peça vai proporcionar aquele caimento.

Se a peça não pode ser mostrada pela empresa em um corpo de GORDA, é um bom alerta para que a gente desconfie se aquela peça foi realmente pensada e modelada para vestir um corpo gordo.

Pode usar modelo 44 em marcas plus size sim! Mas use também uma 50 e outra 56!

Os manequins citados são de forma ilustrativa, o que eu e todas as consumidoras gordas queremos ver é a diversidade de corpos. Só assim as empresas vão mostrar que não querem apenas o dinheiro da mulher gorda, mas querem também que ela se sinta valorizada em sua publicidade.

 

beda

Jardineiras é na VK Moda Plus Size

As jardineiras jeans foram hit nos anos 90 e provavelmente muitas de vocês tiveram uma nessa época, por muito tempo elas ficaram restritas a looks infantis.
As Jadineiras Plus Size vieram com tudo no último verão, seguiu forte no inverno e essa tendência vai permanecer em alta. *____*
Elas são ideias para serem usadas com camisetas básicas, compondo looks descontraídos para o dia a dia.
Na Vk Moda Plus Size tem uma grande variedade de cores, eu separei para este post as minhas favoritas, todas elas têm um preço bem acessível que vai de 120 até 155 dinheiros, mas clicando aqui vocês ainda vão encontrar outros modelos e inclusive já chegou uma estampada. <3

 

 

 

VK Moda Plus Size

Ontem a Lara estreou a dela que veio da Vk Moda Plus Size, eu achei que realmente veste muito bem em mulheres que usam tamanhos grandes.

Ela usou sua Jardineira com uma blusa off-white básica de gola polo e ficou bem fofinho o look.

VK Moda Plus Size

Ela estava usando: 

Jardineira– (Aqui

Blusa – (Aqui)

Mocassim – Beira Rio

Acessórios – Sanvi’s

Além das jardineiras, no site da Vk Moda Plus Size, vocês vão encontrar uma imensa variedade de peças para os nossos corpitchos. Acessem aqui e confiram tudinho.
Quero também saber o que vocês acharam do look que a Lara usou neste domingo. A opinião de vocês é sempre bem vinda. <3

beda

*Este post é um publieditorial. 

Convite: Lançamento de Coleções Plus Size em Juiz de Fora!

Quero convidar a todas as leitoras de Juiz de Fora e da Região para irem conhecer junto comigo as coleções primavera/verão da Candelabro e da Cromia, as duas lojas que já são queridas por mim, estão unidas em um mesmo endereço em Juiz de Fora e repletas de novidades para todos os corpos, ambas as marcas trabalham com moda adulto e plus size. <3
Nos dias 13 e 14 de agosto, durante todo o dia (09:00 as 19:00) na loja vai acontecer um coquetel de lançamento para a apresentação das novas peças das marcas.

coleções Plus Size em Juiz de Fora

Eu estarei presente na loja para conhecer tudo de pertinho no dia 13/08, rever quem eu já conheço e conhecer todas que puderem dar uma passadinha por lá.
Para deixar a nossa tarde ainda mais divertida eu tenho um convite especial. <3

coleções Plus Size em Juiz de Fora

 

Espero a presença de todas na quinta <3, lembrando que tem roupas do tamanho 36 ao 54 e vocês podem levar a mãe, a filha, a sobrinha e todo mundo para participar do “Look Premiado”. *__*

beda

Bolhas nos Pés… E agora?

Já faz um tempinho que tenho sofrido com bolhas nos pés em dias que ando um pouco mais, eu sempre tive bolhas esporádicas nos pés que eram causadas por sapatos desconfortáveis e etc.
Mas desde o fim de 2014 elas estão aparecendo SEMPRE que ando muito independente de sapatos, hoje em dia eu praticamente só uso sapatilhas de “linhas comfort” e em todas as situações que me recordo eu estava com uma dessas, mesmo que sendo de marcas diferentes eram todas com a expectativa de maior conforto.
Só agora escrevendo o post me toquei que pode ser esse o motivo das minhas bolhas atuais e na próxima vez que eu for andar e andar irei com um sapato que não promete conforto e na esperança de me livrar deste incômodo (Sei que preciso aprender usar tênis para me livrar desses problemas, mas é difícil para mim hahaha).
E no caso de quem como eu, é gorda, sempre terá alguém para dizer que as bolhas são culpa do peso, mas isso não é verdade. Bolhas nos pés são super comuns em atletas o que é algo bem distante de mim e mesmo assim eu desenvolvo.
Ontem andei bastante e hoje meus pés estão com bolhas que incomodam e me deixam impedidas de calçar, pensando no meu sofrimento de hoje fui buscar dicas de como lidar com elas e repasso para vocês, pois acredito que não sofro sozinha deste mal.

 

Bolhas nos Pés

Alguém sofre com bolhas nos pés? Tem alguma dica para evitar ou tratar? Contem-me tudo! Toda sugestão é bem vinda. <3