fbpx

Categoria: Comportamento

25.11.20

Dia da Não Violência Contra a Mulher

É estranho saber que precisamos de uma data internacional, para lembrar os homens e as pessoas em geral, que não é certo bater em mulher. Vocês não acham? Hoje 25/11 é o Dia da Não Violência Contra a Mulher e precisamos muito usar essa data para a conscientização.

Sou privilegiada em nunca ter enfrentado violência física em relacionamentos, nem mesmo ter presenciado nenhum ato assim, desde muito nova eu sempre soube que isso era muito errado e inadequado em um relacionamento.

Lembro que o episódio mais próximo disso que precisei vivenciar foi “resgatar” minha irmã após ela ter sido agredida, mesmo já tendo passado muitos anos foi um dos dias pesados que já vivi, demorei um bom tempo pra me recuperar daquele baque.

Ontem uma das mulheres que eu mais admiro e torço nesse mercado plus size, expôs que já sofreu agressão de um ex namorado, e eu sofri novamente, eu a acho tão PERFEITA que é inadmissível que ela tenha sigo agredida por quem ela amava.

Muitas vezes, nós mulheres, somos ensinadas a acreditar que só apanha quem quer ou que é só terminar, mas a realidade não é bem assim. São muitos fatores que levam mulheres a conviver com seus agressores e não se libertarem dessas situações imediatamente, não cabe a mim julgá-las, só cabe a mim amparar e empoderar para que elas se sintam cada vez mais capazes de se libertarem.

 Violência Contra a Mulher

Mesmo sendo uma MULHER MARAVILHA a violência acontece, seja ela física ou emocional, é muito mais comum que imaginamos.

Os índices de violência contra mulheres é desesperador, muitas mulheres são “obrigadas” a viverem na violência por falta de forças em denunciar.
Bater, xingar, humilhar e até minar a autoestima de mulheres é violência doméstica, e ninguém precisa viver uma vida com alguém assim.
Essa realidade precisa mudar, espero que todas vocês que vivem isso hoje em dia, consigam se livrar destes relacionamentos abusivos.
Que um dia as estatísticas mudem e que tenhamos todas as Mulheres LIVRES. ❤

Para denunciar casos de violência disquem 180.

19.11.20

Celebremos o Empreendedorismo Feminino <3

Hoje dia 19/11 é comemorado o dia mundial do Empreendedorismo Feminino, a data foi lançada pela ONU com o intuito de incentivar e valorizar as mulheres empreendedoras de todo o mundo.

Se o empreendedorismo feminino para mim sempre foi motivo de ser celebrado, hoje diante da maior crise que já vivenciamos no mundo, ele se tornou sem dúvidas algo ainda mais valioso para a nossa sociedade.

Eu tive o prazer de ver muitas mulheres se reinventarem durante a quarentena, mudando suas empresas e até criando novos negócios que se adaptavam melhor a realidade do momento. Infelizmente nem todas as mulheres empreendedoras conseguiram contornar o baque inicial da pandemia, e eu também acompanhei empresas se fechando e o sonho de empreendedorismo de algumas mulheres sendo finalizado.

Não foi um ano fácil para empreendedores, mas se você é mulher eu posso apostar que foi ainda mais difícil, e é por isso que hoje é dia de você celebrar mais do que nunca.

empreendedorismo feminino

Eu considero que eu empreendo desde que me entendo por gente, e para ser muito sincera eu já tive muito mais prejuízos que lucros ao empreender com o coração e sem muita noção do que estava fazendo, hoje depois de uma dezena de cursos (o SEBRAE é a melhor opção para quem quer empreender com muito conteúdo grátis), eu já consigo ser mais racional e tudo tem dado mais certo em meus empreendimentos.

Mas sabe o que foi fundamental no meu caso para que os meus empreendimentos de agora estejam dando certo? Eu nunca desisti! Atualmente empreendo na realização da JF Plus – Feira de Moda Plus Size, foi terrível e não consegui neste ano de 2020 sorrir de satisfação durante o meu evento, simplesmente nem sequer consegui realizar o meu evento neste ano.

Mas tenho consciência que isso tudo que estamos vivendo é um momento, que irá passar e poderemos voltar a nos encontrar na JF PLUS. <3

Mas nem por isso eu parei, consegui gerar conteúdos ricos nas redes sociais da feira e realizar eventos menores sem aglomerações, que foi nosso DESAPEGO PLUS SIZE e também a LIQUIDA PLUS SIZE em parceria com a loja Special Line. Afinal, quem empreende e paga contas sabe que é preciso a gente se virar como dá.

Inclusive tenho um novo empreendimento chegando com foco em corpos que usam tamanhos plus size, eu acredito que vocês vão amar conhecer. *__*

E hoje eu quero exaltar, celebrar, comemorar com todas as mulheres FODAS que conheço, que empreendem por amor ao seu negócio e que mesmo que essa tenha sido uma BARRA não desistiram e nem vão desistir de empreender naquilo que acreditam.

Nós somos sim muito boas no que fazemos!!!

Não espere o momento ideal para empreender, não espere ter uma grande reserva de grana para começar, não espere nada…. Se você tem um sonho, vontade real de se dedicar aquilo, busque orientação e ajuda de pessoas que já estão no mercado e se JOGUE.

“O que eu sei é, que se você fizer o trabalho que você ama, e o trabalho preenche-lo, o resto virá”. Oprah

Você empreende ou conhece uma mulher empreendedora? Use os comentários aqui para indicar o trabalho dela, vamos juntas fazer uma grande corrente e apoiar de verdade comprando e consumindo no nosso dia a dia produtos do empreendedorismo feminino.

16.11.20

Nunca deixe de recomeçar… 11 Anos do Beleza sem Tamanho

Eu sei que já estive aqui uns meses atrás falando em recomeçar a blogar, mas que isso de fato não aconteceu, mas aconteceu TANTA coisa no mundo e na minha vida, que não consegui obter a frequência desejada naquela minha retomada.

Mas como eu acredito que a gente não pode e não deve abandonar as coisas que nos fazem bem, eu vim aqui (mesmo que tardiamente) comemorar os 11 anos do Beleza sem Tamanho. <3

Virei blogueira em um feriadão de tédio e dali em diante eu nunca mais fui a mesma pessoa, por um tempo o meu hobby virou inclusive o meu trabalh. Sei que através deste meu espaço muita gente aprendeu se olhar com mais carinho e amor, e isso é sem dúvidas nenhuma a minha grande conquista.

Sinto que o imediatismo da vida tirou as pessoas dos blogs, mas é aqui a plataforma que garante que meu conteúdo vai existir por muitos anos (enquanto eu pagar hospedagem haha). E por isso, eu quero seguir gerando conteúdos que existam na internet por muitos anos, e possam seguir sendo úteis a quem os procurar no google daqui a 5 anos.

Hoje minha vida é super corrida, eu tenho um trabalho formal, eu virei feirante nos finais de semana, eu empreendo na JF PLUS e ainda vai nascer uma novidade nos próximos dias… Então fica muitas vezes difícil vir aqui e fazer um post perfeitinho que exige muito mais que uma legenda do Instagram, mas eu gosto de vir aqui, e virei sim mais vezes.

Então me aguardem e me ajudem a ser cada vez mais presente por aqui. <3

E vocês fazem as coisas que te deixam felizes, ou costumam ir adiando (como eu muitas vezes)?

25.07.20

Dia Internacional da Mulher Negra

Hoje dia 25/07 é comemorado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Sei que em um primeiro momento vocês podem ler isso e pensar: ” Mas somos todas mulheres, precisa de um dia específico?” Sim precisa , acredite!

Nós mulheres feministas brancas, muitas vezes não damos o devido valor e destaque as mulheres negras, ter uma data assim nos faz lembrar o quanto para elas a caminhada ainda é muito mais difícil. Mesmo os negros sendo a maior parte da nossa população, ainda é muito raro encontrarmos mulheres negras em locais de destaque em nossa sociedade, e sabe por que isso acontece?

Porque enquanto mulheres brancas lutavam pelo direito de ter um trabalho fora de casa, sempre tinha uma mulher negra cuidando e zelando pela família da branca.

As lutas de nossas irmãs negras ainda estão muito distantes das nossas, cabe a nós também o dever de ajudá-las a sair dos subempregos que muitas se encontram.

Mas quero além de convidar vocês para olharem para as mulheres negras com mais amor e oportunidades, a também exaltarem uma mulher NEGRA e GORDA, que vem lutando contra muitas opressões e vem vencendo a cada dia em um ambiente que muitos disseram não ser pra ela.

Mel Soares, tem 37 anos e é uma mulher negra com enorme destaque entre as influenciadoras de moda plus size e empresária do nicho, ela recentemente postou um IGTV muito sincero contando sobre nunca ter sequer estudado sobre racismo (clica aqui), acreditem que até mesmo conhecer mais sobre racismo é um privilégio que muitos negros ainda não tiveram.

Eu que acompanho o trabalho da MEL desde que ela iniciou, sempre a admirei por seus looks maravilhosos e diquinhas de beleza, para mim cada vitória dela é também uma vitória minha, sei bem o quanto o mercado é excludente para mulheres de manequins maiores e para negras e ela mesmo tendo ambas as características conseguiu se consolidar lindamente neste meio.

Mel é uma mulher negra super inspiradora, que tem muito a dizer a todas nós, se alguém aqui ainda não a conhece eu indico muito que passe a acompanhar.

Eu tenho a felicidade de conhecer muitas outras negras maravilhosas, mas através da figura da Mel eu quero exaltar todas as Negras e Gordas que lutam com duas opressões todos os dias e seguem sendo maravilhosas.

16.07.20

De gorda para gorda – Revista Hilda

Acredito que já tenha falado por aqui, que muito do meu processo de reconhecimento e amor ao meu corpo, eu agradeço a uma edição da revista Carícia (lançada entre 1997 e 2000) que li ainda adolescente, lá tinha uma matéria com várias gordas lindas dizendo que eram felizes com seus corpos e que tinham até namorados (bem típico de revistas dessa época).

O tempo passou e segui sem nenhum mísero contato com representatividade, até que conheci uma revista digital 100% online chama CriaturaGG, essa sem nenhuma dúvida foi determinante pra que eu entendesse o meu valor e descobrir que a moda existia para o meu corpo, eu amava ver os editoriais e sonhar com looks lindos que as gordas da cidade grande já tinham acesso (estou falando do início dos anos 2000), nisso veio uma maior difusão da moda plus size e eu aquela adolescente que não tinha o que comprar, e em quem se inspirar conseguiu ter quase todas as roupas que quis e ainda criou esse bloguinho aqui, que pra minha felicidade eu sei que já foi divisor de águas para muitas mulheres se reconhecerem e se redescobrirem como as maravilhosas que são. <3

Recentemente a Amanda, que é criadora da Revista Hilda, contou em uns stories que o Beleza sem Tamanho foi muito importante pra ela se encontrar e eu fiquei extremamente feliz de saber disso, saber que o que eu plantei aqui floresceu nela de forma tão positiva.

E aí, que todo esse papo até é pra contar uma super novidade!

A Revista Hilda está de volta, com um time maravilhoso e muitos conteúdos feitos de GORDA PARA GORDA.

Entre idas e vindas da Hilda, percebemos que, para falar sobre todo o universo plus size e tudo o que rodeia o corpo gordo, para ser A revista da mulher gorda, era preciso mais expertise, mais experiência, mais gordas. Era preciso uma reformulação, uma nova Hilda.

Nós falaremos sobre moda, mercado plus size, imagem e estilo, beleza, direitos do corpo gordo e comportamento em colunas escritas por mim e outras seis mulheres: Carol Zacarias, Dani Rudz, Daphne Constantinopolos, Gorda na Lei (Rayane Souza e Mariana Oliveira) e Lilian Lemos.” (descrição retirada daqui)

Que timão é esse? Tenho sorte de já conhecer a maioria, mas já vou seguir as que ainda não acompanho.

Eu que sempre fui apaixonada por revistas, e já cansei de ler várias que não eram pensadas em mim, fico muito entusiasmada com com o recomeço da Revista Hilda. Eu tenho certeza que assim como algumas revistas me ajudaram, assim como esse blog um dia ajudou a Amanda, que a Hilda já ajudou e ainda ainda vai ajudar muita mulher a se enxergar positivamente.

Convido todos vocês para acessarem o site da Hilda agora mesmo: https://www.revistahilda.com.

E vocês, gostam de revistas? Se ainda não sabe se gostam ou não, podem ir agora mesmo devorar o site da Hilda que eu posso apostar que vão curtir.