Tag: gorda

17.12.16

Fluvia Lacerda na Playboy brasileira!

Hoje, logo que acordei, uma amiga me marcou em uma matéria que contava uma super novidade, vamos ter Fluvia Lacerda na Playboy e ela vai ser na CAPA, com direito a fotos nuas.
Sei que para muita gente esse tipo representatividade é vista como algo negativo, mas eu sigo acreditando que precisamos ocupar todos os lugares, até aqueles que nem deveriam existir mais. Somos uma parcela mínima de mulheres que já se reconhecem como bonitas e sensuais, a maioria das gordas ainda se julgam feias por causa dos seus corpos. Ter alguém como a Fluvia na capa de uma revista masculina, acaba fortalecendo a autoestima de muitas delas.

Fluvia Lacerda na Playboy

Fluvia, nossa diva máster e uma das modelos plus size mais requisitadas do mundo, escolheu fazer suas fotos na Amazônia que é sua “terra” do coração.  Por enquanto, o ensaio não está disponível, mas a Fluvia Lacerda é sempre tão maravilhosa que separei mais fotinhos dela com looks diversos, mostrando aqui o motivo pelo qual ela é a primeira mulher com medidas plus size a estar na capa da Playboy.

Uma mulher linda e segura de si é a melhor definição para a Fluvia e não poderia ser outra a estar no lugar dela. <3

Em entrevista ao jornalista Bruno Astuto (aqui) ela declarou: “A base do meu trabalho é apoiar essa revolução feminina no planeta, essa é minha luta. O meu discurso é que as pessoas precisam se aceitar do jeito que elas são. A vida é muito curta para se importar com padrões impostos. Temos que viver, não nos importar com paranoias e reformatar esse aprendizado eterno, essa perpetuação de automassacre que aprendemos de geração em geração.”

Muito mais que uma mulher linda, a Fluvia sempre foi uma pessoa que deixou claro seu amor próprio e incentivou as pessoas a se amarem do jeitinho que são.

Eu sei e ela também sabe toda a problemática da objetificação do corpo feminino em revistas masculinas, mas sabemos também que em toda revolução é preciso dar a cara a tapa e fazer o que nem sempre é considerado “correto”, mas sim, o que permite quebrar um novo paradigma.

Que essa edição seja um sucesso e que outros tipos de corpos possam invadir as capas da revista, forçando a mídia a entender  que sim: todo corpo é lindo.

 

16.12.16

Pretinho nada básico – Look Ateliê Cretismo

No último fim de semana eu estive no Rio de Janeiro e aproveitei para fotografar alguns looks para o blog de algumas marcas queridas. Hoje vou mostrar para vocês o primeiro destes looks, escolhi um vestido preto nada básico para ser o meu look Ateliê Cretismo e espero que vocês o curtam tanto como eu. <3

Eu estava usando:

Vestido – Ateliê Cretismo 
Anel e brinco: 25 de março
Rasteira – Beira Rio

Imagens: Franz Wasielewski

Embora eu já conhecesse dos bazares plus size a Marah e o Ateliê Cretismo, eu ainda não tinha parado para ver as peças detalhadamente e experimentar, mas no último Hashtag Bazar Plus Size eu tive essa oportunidade e consegui me apaixonar por alguns vários looks. Como vocês já sabem eu estou me adaptando a vestidos (acho que agora vai #enfim),  amei a modelagem da marca e este que eu escolhi é pintado manualmente o que deixa a peça ainda mais diferentona. O que achei mais legal do Ateliê Cretismo é que a Marah (estilista) se dispõe a criar peças limitadas para venda nos bazares, mas ela também ajuda mulheres a realizarem seus sonhos de peças exclusivas para as mais variadas ocasiões.

Para conhecer mais deste trabalho lindo, é só acompanhar a marca no Facebook (aqui) e no Instagram (aqui).

A Helena do blog Garotas Rosa Choque, também fez a sua escolha no Ateliê Cretismo e mostra seu look neste post aqui.

Na semana que vem tanto eu quanto a Helena, vamos mostrar nossas outras escolhas em nossos blogs e nas redes sociais, torço para que  algum dos nossos looks sirva de inspiração para vocês. *_*


*Look realizado em parceria com a marca. 

01.12.16

Toda Beleza Importa

Na minha vida e no blog eu sempre deixei claro que acredito nas mais variadas formas de beleza e que cada um deve reconhecer a sua, mas eu sei muito bem (infelizmente), que para a mídia em geral só existe um “padrão de beleza”. Foi por ter essa certeza de que toda beleza importa, quando vi a Thais (blog GrandEstima) postando um ensaio que questionava exatamente isso eu quis logo trazer para o blog.

Saibam mais sobre o ensaio: “Não existe beleza que não pode ser representada. Esse é um dos lemas do projeto DUO: A minha beleza importa! Com o objetivo de valorizar o afro empreendedor e diferentes belezas, a ideia principal foi pegar duas mulheres que não são modelos e não estão habituadas a viver nesse ambiente de câmera e poses, e transformá-las para que mostrassem ao mundo que é possível sim ficar bonita com as roupas que estão sempre expostas em manequins, e que não existe regras para se vestir confortável e arrasar!!!!!”

Confiram abaixo as fotos desse ensaio lindo e cheio de representatividade.

duo-a-minha-beleza-importa-6

duo-a-minha-beleza-importa-2 duo-a-minha-beleza-importa-3 duo-a-minha-beleza-importa-4 duo-a-minha-beleza-importa-5

 

duo-a-minha-beleza-importa-10

duo-a-minha-beleza-importa-7 duo-a-minha-beleza-importa-8 duo-a-minha-beleza-importa-9
duo-a-minha-beleza-importa-1

 

Créditos:

FOTOGRAFIA: MelIssa Santos

ACESSÓRIOS: AfrotiK Acessórios

ROUPAS: Magnólia’s

MODELOS: Danusa Pio e Thais Ulrichsen

A mulher negra e a mulher gorda são sempre preteridaa em publicidades, não aceitam que algo que saia do “padrão” esteja em um local que é destinado para pessoas bonitas. Graças a toda essa nossa luta e empoderamento feminino cada vez maior, hoje uma grande parcela das mulheres já sabem que toda beleza importa, inclusive a nossa própria beleza.

Eu amei as fotos e as meninas são maravilhosas, mas quero que vocês aproveitem esse post para nos contar: Sua Beleza Importa? *_*

17.10.16

Se tiver representatividade, eu vou elogiar!

Semana passada, a internet ficou em alvoroço com a notícia da Ju Romano na Playboy, por um lado, muita gente comemorando a representatividade e por outro, muita gente problematizando a situação, eu me incluo nas que comemoram mais essa conquista e é sobre isso que eu quero papear com vocês hoje.

Eu sei que vivemos em uma sociedade machista, onde a mulher é vista como objeto e que algumas mídias só reforçam isso, causando grandes danos sociais à imagem da mulher. Mas ainda assim, eu acho muito maravilhoso ver que as gordas estão ocupando esses espaços.

Sei que muita gente pensa, qual vantagem em ter o corpo gordo sexualizado? Para mim nenhuma, já que eu já sei o meu valor, independente do que a mídia diz. Mas para a sociedade no todo, isso é muito importante, já que milhares de mulheres se acham horríveis só por serem gordas, se consideram abomináveis e não dignas de serem vistas como uma mulher sensual.

Para essas mulheres, essa representatividade em meios “sensuais e sexuais” faz toda a diferença, ver um corpo semelhante tendo destaque como sexy na mídia é a certeza de que elas também podem ser lindas e sensuais. Por outro lado, os meninos começam a ter contato com corpos gordos e sensuais e param de temer assumir para os colegas que têm um relacionamento com uma menina gorda.

O que os homens pensam ou não pensam está bem distante de ser a prioridade da minha luta, mas se eles mudarem os paradigmas, teremos menos mulheres sofrendo com relacionamentos bostas, em que o mocinho tem vergonha delas. Então, por fim, é sim necessário que essa mudança ocorra e eu acredito que a imagem de mulheres gordas em revistas masculinas, propaganda de cerveja e até na divulgação do vídeo game é a naturalização da gorda como mulher bela e gostosa, assim como qualquer mulher.

E essa naturalização do corpo gordo não é o que buscamos? Então, baseado nisso, eu só vejo vantagens em termos mulheres gordas em todas as mídias.

Teve gorda na propaganda da Cerveja Budweiser

via GIPHY

Teve gordas em trailer do joguinho Mobile Strike

 

E na semana que vem teremos a Ju Romano na Playboy!

gorda-na-playboy

Vocês podem até achar que isso tudo só alimenta fetichistas, mas eu preciso lembrar vocês que fetichistas não precisam disso para se alimentarem, eles sabem muito bem onde encontrar mulheres gordas sensuais, já a nossa sociedade que prega um só padrão de beleza, precisa.

Sei que essa é apenas a minha opinião e respeito quem pensa diferente de mim, mas convido vocês a pensarem um pouco nas mulheres que ainda não possuem nenhum contato com o gordativismo, e compreenderem, que para elas, essa representatividade pode fazer toda a diferença.

15.08.16

Pare de Odiar seu Corpo!

Dia desses, eu estava conversando com uma amiga sobre como uma menina era linda, ela me disse: “Fico com raiva, devia ter me gostado antes, agora estou ficando velha haha”. Naquele momento, eu que também analisava sobre o quanto aquela menina era linda e parecia novinha, pensei comigo mesma que seria lindo se todas se amassem ainda jovem, como ela demonstra se amar.
Mas, infelizmente, nós somos, desde pequeninas, ensinadas a odiar nossos corpos, essa cobrança e ódio existe em qualquer manequim, mas é claro que, quando maior o número do jeans que usamos maior é o incentivo do mundo para que a gente se odeie.

pare de odiar seu corpo
Como quase tudo na vida, aqui também cabe  aquele ditado: “Antes tarde do que nunca”.

Embora eu deseje de coração que chegue logo o dia em que as mulheres deixem de ser ensinadas a se odiarem, sei que a nossa realidade não é essa e que tem muita mulher maravilhosa que ainda odeia seu próprio corpo e é com vocês que quero papear nesse post. <3

Se HOJE você ainda não consegue amar seu corpo do jeitinho que ele é, tente ao menos não o odiá-lo mais, nosso corpo merece ser amado e respeitado todos os dias.

Façam um acordo consigo mesmas, se esforcem para não se autodepreciarem e não emitir sinais de ódio ao próprio corpo. Em paralelo ao mesmo tempo comece a descobrir pedacinhos do seu corpo que você admira os exalte sempre para si. Aos poucos você vai perceber que quanto mais partes você consegue amar do seu corpo, menos importância terá o ódio que um dia você alimentou por ele.
Não importa a sua idade hoje, ou o tempo que você já perdeu se odiando, o que realmente importa realmente é que você deixe o ódio de si mesma fazer parte do passado e comece a se amar hoje mesmo.  <3

Você já se amou hoje? *_*