fbpx

Categoria: Feminismo

25.11.20

Dia da Não Violência Contra a Mulher

É estranho saber que precisamos de uma data internacional, para lembrar os homens e as pessoas em geral, que não é certo bater em mulher. Vocês não acham? Hoje 25/11 é o Dia da Não Violência Contra a Mulher e precisamos muito usar essa data para a conscientização.

Sou privilegiada em nunca ter enfrentado violência física em relacionamentos, nem mesmo ter presenciado nenhum ato assim, desde muito nova eu sempre soube que isso era muito errado e inadequado em um relacionamento.

Lembro que o episódio mais próximo disso que precisei vivenciar foi “resgatar” minha irmã após ela ter sido agredida, mesmo já tendo passado muitos anos foi um dos dias pesados que já vivi, demorei um bom tempo pra me recuperar daquele baque.

Ontem uma das mulheres que eu mais admiro e torço nesse mercado plus size, expôs que já sofreu agressão de um ex namorado, e eu sofri novamente, eu a acho tão PERFEITA que é inadmissível que ela tenha sigo agredida por quem ela amava.

Muitas vezes, nós mulheres, somos ensinadas a acreditar que só apanha quem quer ou que é só terminar, mas a realidade não é bem assim. São muitos fatores que levam mulheres a conviver com seus agressores e não se libertarem dessas situações imediatamente, não cabe a mim julgá-las, só cabe a mim amparar e empoderar para que elas se sintam cada vez mais capazes de se libertarem.

 Violência Contra a Mulher

Mesmo sendo uma MULHER MARAVILHA a violência acontece, seja ela física ou emocional, é muito mais comum que imaginamos.

Os índices de violência contra mulheres é desesperador, muitas mulheres são “obrigadas” a viverem na violência por falta de forças em denunciar.
Bater, xingar, humilhar e até minar a autoestima de mulheres é violência doméstica, e ninguém precisa viver uma vida com alguém assim.
Essa realidade precisa mudar, espero que todas vocês que vivem isso hoje em dia, consigam se livrar destes relacionamentos abusivos.
Que um dia as estatísticas mudem e que tenhamos todas as Mulheres LIVRES. ❤

Para denunciar casos de violência disquem 180.

25.07.20

Dia Internacional da Mulher Negra

Hoje dia 25/07 é comemorado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. Sei que em um primeiro momento vocês podem ler isso e pensar: ” Mas somos todas mulheres, precisa de um dia específico?” Sim precisa , acredite!

Nós mulheres feministas brancas, muitas vezes não damos o devido valor e destaque as mulheres negras, ter uma data assim nos faz lembrar o quanto para elas a caminhada ainda é muito mais difícil. Mesmo os negros sendo a maior parte da nossa população, ainda é muito raro encontrarmos mulheres negras em locais de destaque em nossa sociedade, e sabe por que isso acontece?

Porque enquanto mulheres brancas lutavam pelo direito de ter um trabalho fora de casa, sempre tinha uma mulher negra cuidando e zelando pela família da branca.

As lutas de nossas irmãs negras ainda estão muito distantes das nossas, cabe a nós também o dever de ajudá-las a sair dos subempregos que muitas se encontram.

Mas quero além de convidar vocês para olharem para as mulheres negras com mais amor e oportunidades, a também exaltarem uma mulher NEGRA e GORDA, que vem lutando contra muitas opressões e vem vencendo a cada dia em um ambiente que muitos disseram não ser pra ela.

Mel Soares, tem 37 anos e é uma mulher negra com enorme destaque entre as influenciadoras de moda plus size e empresária do nicho, ela recentemente postou um IGTV muito sincero contando sobre nunca ter sequer estudado sobre racismo (clica aqui), acreditem que até mesmo conhecer mais sobre racismo é um privilégio que muitos negros ainda não tiveram.

Eu que acompanho o trabalho da MEL desde que ela iniciou, sempre a admirei por seus looks maravilhosos e diquinhas de beleza, para mim cada vitória dela é também uma vitória minha, sei bem o quanto o mercado é excludente para mulheres de manequins maiores e para negras e ela mesmo tendo ambas as características conseguiu se consolidar lindamente neste meio.

Mel é uma mulher negra super inspiradora, que tem muito a dizer a todas nós, se alguém aqui ainda não a conhece eu indico muito que passe a acompanhar.

Eu tenho a felicidade de conhecer muitas outras negras maravilhosas, mas através da figura da Mel eu quero exaltar todas as Negras e Gordas que lutam com duas opressões todos os dias e seguem sendo maravilhosas.

19.03.18

Marielle Presente – Não podemos nos esquecer e nem nos calar!

 

Na noite da última quarta-feira (14/03/2018), a vereadora Marielle Franco foi executada com vários tiros e o motorista que estava na linha de fogo também foi baleado e faleceu.
O que ela fez para que isso acontecesse? Foi dona de si e buscou, na vida política e pública, ajudar a quem mais precisava, em suas redes sociais, dias antes do assassinato ela falou sobre a matança que estava ocorrendo em favelas do RJ.

 

Quem a matou (ou mandou matar)? Não sabemos e talvez nunca seja esclarecido, mas a morte de Marielle trouxe para nós, brasileiros, o medo de “experimentar” a ditadura novamente em nosso país.

Este blog não é de cunho político e nem noticiário (até por eu não ser apta para tal), mas essa tragédia é algo que afeta a todos nós, independentemente de sermos ligados ou não a política e considero importantíssimo usar este espaço sólido (em tempos de stories, o registro aqui é “quase eterno”) para falar um pouquinho sobre isso.

Marielle morreu por ser uma mulher negra que ousou tentar defender os seus, ela morreu por não se calar em uma sociedade machista e racista e querer que o povo negro da favela fosse tratado como qualquer outra pessoa. Não é louco que uma pessoa perca a vida por ter dito que tinha jovens morrendo? Infelizmente, ela foi mais uma mulher brasileira executada devido a sua luta e ideais.

 

 

Nós mulheres (eu e a maioria das pessoas que leem o blog), precisamos nos fortalecer cada vez mais diante de situações como essas, é preciso que a gente se posicione e principalmente que a gente não se cale nunca mais.

Que a voz e a luta de Marielle ecoe em todas nós para que possamos (cada uma dentro da sua realidade), ser um pouquinho do que ela foi para tanta gente.

Que sejamos justas, guerreiras, empáticas e dispostas a construir um mundo melhor.  

 

04.04.17

Empreendedoras Gordas

Nós, que somos gordas (os), sabemos claramente que, infelizmente, o mercado de trabalho ainda é super preconceituoso com os nossos corpos, muitas vezes, a saída para se manter trabalhando sendo gorda ou gordo é empreender.

Mas empreender não é só sucesso e nem é só para ricos, é um caminho delicado e cheio de obstáculos, que quem escolhe, precisa ter muito foco para as coisas acontecerem. Com tanta dificuldade, entendo que as Empreendedoras Gordas que brilham com seu trabalho precisam ser muito mais valorizadas e reconhecidas.

Por saber que quando se é mulher e gorda as coisas são mais difíceis, é que vou iniciar aqui no blog uma nova tag onde vou “entrevistar” várias mulheres gordas que estão gerindo seus empreendimentos.
Com os posts de cada uma delas (penso em fazer 3 por mês), tenho como objetivo que todos que acompanham o blog, possam conhecer histórias de mulheres inspiradoras e um pouquinho dos empreendimentos delas. Uma mulher empoderada é capaz de tudo que ela quiser, e quero que todas nós possamos nos inspirar em outras mulheres tão parecidas com a gente.

Acredito e torço para que a história dessas mulheres inspirem muitas outras… Eu não acho que todo mundo necessite EMPREENDER para ter sucesso, mas não há como negar que essa possa ser uma boa opção. Também não dá para acharmos que é possível abrirmos uma empresa e ficarmos logo rycas, mas é possível sim, com pouco dinheiro, iniciar um negócio e em pouco tempo (e muito esforço) se estabilizar no mercado.

Eu já tenho em mente alguns nomes que convidarei para participar destes posts, mas quero mais dicas aqui nos comentários de mulheres gordas que estão empreendendo em qualquer que seja a área.

Vamos juntas valorizar essas mulheres e ajudar outras a se motivarem? Conto com vocês. *_*

 

 

27.06.16

Saiba como denunciar casos de Estupro!

Uma em cada Cinco mulheres no Brasil serão estupradas ao longo da vida! Este percentual é grande demais para deixarmos esse assunto apenas em locais focado nele.
Como o Beleza sem Tamanho é um blog focado totalmente em mulheres, quando tive acesso a este material fiz questão de compartilhar com vocês.
Eu espero muito que ninguém precise passar por isso, mas se passarem que saibam como denunciar casos de estupro.
Assistam ao vídeo agora mesmo.
(Embora ela cite a cidade de Curitiba, as dicas servem para todas as cidades)

como denunciar casos de Estupro

Enquanto tem muita mulher sofrendo violência sexual, tem muita mulher também disposta a ajudar no acolhimento das vítimas. Para facilitar o acesso de quem pode ajudar e quem precisa de ajuda foi criado um site que funciona como Mapa do Acolhimento. Para mais informações é só acessarem:

http://www.mapadoacolhimento.nossascidades.org/

Após fazer os primeiros procedimentos que prezam pela saúde da vítima, chega o momento de denunciar e muitas vezes a pessoa não consegue fazer isso imediatamente.

Imagino o quanto é difícil para quem sofre esse momento, mas é muito importante que os estupradores sejam punidos, para saber mais sobre denúncias acessem esse link (aqui) e confiram que em alguns casos a denúncia pode ser feita muitos anos depois do ocorrido.

Vamos juntas espalhar essas informações?

Conto com a ajuda de vocês para que o máximo de mulheres possível possa saber exatamente o que fazer caso venha a precisar.  Mas espero de <3 que a cada dia menos mulheres precisem dessas dicas, e que os estupradores entendam enfim que nenhum corpo deve ser tocado sem permissão.