fbpx

Tag: gorda

23.02.17

Fantasias Plus Size – Inspirações

Foto da @carolzacariasplus que está lançando sua marca plus size. 

 

Mais alguém por aqui adora Carnaval? Quem curte os dias de folia e principalmente quem gosta de se fantasiar, precisa conferir com carinho este post, trouxe para cá um montão de fantasias plus size para servir de inspiração para todas todas nós.

Eu não quis pegar fotos gringas, eu fui atrás de gente real do meu Facebook e também do grupo do blog (Ainda não participa? Clica aqui), pedi que as meninas me mandassem fotos delas fantasiadas e recebi um monte de foto linda. <3

 

Sereias

Acredito que seja a fantasia do Carnaval de 2017, mas como podemos ver nas fotos abaixo é possível diversificar bem no tema. Seja qual for a escolha, é impossível uma gorda não ficar linda de sereia.

Unicórnio

Também é super tendência e é uma fantasia muitoooo fácil de fazer em casa, com poucos dinheiros e muita imaginação é possível montar um unicórnio que seja a sua cara. Olhem essas lindas como se montaram e se inspirem para fazer a sua. *_*

Já emendei um Palhacinho na montagem de cima, e logo aqui abaixo deixo outras fantasias que também são super fofinhas e podem ser adaptadas da forma que vocês mais curtirem.

E dá também para sair com roupa “normal” e alguns apetrechos para entrar no clima de carnaval.

Básica ou super montada como as gatas das plumas da fotos abaixo, o importante é curtir muito a folia.

Não quer fantasiar, mas quer ousar em algo? Capricha na make e completa com algum adereço, ou se joga em uma máscara.

 

 

E vocês costumam usar fantasias plus size? Compram prontas ou vocês mesmo as fazem? Contem tudo para a gente aqui nos comentários.

09.02.17

Dietas: o que ninguém te conta sobre elas

As dietas existem desde sempre, porém mais recentemente elas vêm ganhando um espaço maior.
Os motivos principais para se fazer dieta são dois:

1) controlar o peso corporal/forma física (ficar mais magra, ficar mais forte, ganhar mais peso, ter menos barriga, etc) e

2) controlar uma questão de saúde (colesterol alto, diabetes mellitus, hipertensão, etc.).
Mas o que é uma dieta?
Para a ciência da nutrição, ninguém faz uma dieta porque todo mundo tem uma dieta. Ela significa a alimentação consumida por uma pessoa. Ela é quase a mesma coisa que “alimentação”. Na ciência da nutrição dizemos: “O José tem uma dieta normoproteica”, que significa que a alimentação dele tem a quantidade normal (que ele precisa) de proteínas*.
Para o restante do planeta, fazer dieta ou estar de dieta significa fazer uma alimentação diferente, geralmente uma alimentação onde se retira parcialmente ou totalmente algum nutriente ou grupo alimentar. Por exemplo, as pessoas dizem “estou fazendo a dieta da proteína”, e nessa dieta a prioridade é comer alimentos que contenham proteínas* e não comer alimentos ou comer poucos alimentos que contenham carboidratos*. Em todo o texto eu estou falando destas dietas.
Só para exemplificar: dieta da sopa, do abacaxi, da USP, de Atkins, Dukan, da lista do pode e não pode, detox, do tipo sanguíneo, da lua, entre milhares de outras.

Qual dieta funciona mais?
Essa é uma dura verdade que eu trago: nenhuma.
Muitos estudos que comprovam eficácia de dieta, do ponto de vista de perda de peso, em sua maioria são estudos de curto tempo e/ou sob ambientes extremamente controlados. Isso porque eu nem estou citando os estudos que comprovam que elas não funcionam ou as que sequer têm algum estudo científico comprovando alguma coisa.
A título de curiosidade: de cada 100 pessoas que emagrecem fazendo uma dieta, apenas 5 delas conseguem manter o peso em até 2 anos. CINCO!
Antes que você pense “Ah, mas isso é uma questão de determinação/foco/força de vontade”, trago outra verdade: não é. E a indústria por trás das dietas adora que você pense assim, porque isso leva você a uma nova dieta (mesmo que seja a mesma, só que com outro nome).
Se as dietas apenas não funcionassem, tudo bem, afinal, se uma pessoa tentasse uma dieta para emagrecer e não emagrecesse, que mal teria, não é mesmo? Entretanto, o problema é bem maior: elas têm efeitos colaterais e riscos.

O que acontece depois delas?
As dietas ativam um mecanismo que funciona na forma de um ciclo (veja a imagem abaixo).

Nesse ciclo, a pessoa inicia se “sentindo gorda”, considerando isso um problema. Em seguida ela pensa em uma solução para esse problema. Na maioria das vezes, essa solução é uma dieta (às vezes ela não tem nome, mas algo como “nunca mais vou comer doces”, por exemplo). Nessa dieta, como já mostrei para você, ela necessariamente exclui ou limita muito algum alimento ou nutriente. Essa limitação gera automaticamente um desejo pelo proibido. Em algum momento (horas, dias, semanas ou meses) esse desejo irá ser maior que a proibição e a pessoa se revolta contra a dieta. Nesse momento a pessoa irá comer esse alimento, muitas vezes com voracidade ou escondido ou em grande quantidade. A consequência disso é a geração de uma grande sensação de culpa, e essa culpa será direcionada para corpo (“eu estou muito gorda”), que por sua vez irá levar novamente ao pensamento de dieta (“eu nunca mais vou comer isso”).
Além de todo esse sofrimento que passa batido e é encarado como normal, o que acontece é o inverso do desejado: a pessoa ganha mais peso do que tinha inicialmente. Esse vai e vem do peso, chamado de “efeito sanfona” ou “efeito ioiô” é uma das coisas mais danosas para saúde.

O queridinho do momento: o jejum intermitente.
Esse assunto é muito polêmico. Existem pessoas defensoras ferrenhas do jejum intermitente, desde pesquisadores até pessoas que o praticam.
O jejum intermitente é basicamente um método de administração da alimentação baseada em ficar alguns longos períodos em jejum. A justificativa é que isso reduziria o peso e melhoraria indicadores de saúde do corpo.
Porém, a prática pode ter alguns efeitos colaterais: dores de cabeça, irritação, queda do açúcar no sangue, deficiências vitamínicas, cansaço, etc. O mais importante deles é: ganhar o peso perdido novamente, entrando no ciclo acima novamente. Eu não considero o jejum intermitente como um cuidado, mas sim como uma atitude danosa.
Deixo algumas questões para reflexão: Qual a diferença entre fazer esse jejum intermitente e o comportamento de uma pessoa com anorexia nervosa? Por quanto tempo eu planejo fazer essa “dieta”? Como eu vou comer depois que eu parar de fazer? Se eu tivesse um filho de 4 anos, eu deixaria ele fazer essa “dieta”, em nome da sua saúde?
Minha ideia com esse post é apenas alertar você que as dietas podem ser muito tentadoras, mas igualmente perigosas!

*Todas as palavras marcadas com * se referem a nutrientes, ou seja, substâncias que existem nos alimentos, essenciais para o nosso corpo funcionar bem.

17.12.16

Fluvia Lacerda na Playboy brasileira!

Hoje, logo que acordei, uma amiga me marcou em uma matéria que contava uma super novidade, vamos ter Fluvia Lacerda na Playboy e ela vai ser na CAPA, com direito a fotos nuas.
Sei que para muita gente esse tipo representatividade é vista como algo negativo, mas eu sigo acreditando que precisamos ocupar todos os lugares, até aqueles que nem deveriam existir mais. Somos uma parcela mínima de mulheres que já se reconhecem como bonitas e sensuais, a maioria das gordas ainda se julgam feias por causa dos seus corpos. Ter alguém como a Fluvia na capa de uma revista masculina, acaba fortalecendo a autoestima de muitas delas.

Fluvia Lacerda na Playboy

Fluvia, nossa diva máster e uma das modelos plus size mais requisitadas do mundo, escolheu fazer suas fotos na Amazônia que é sua “terra” do coração.  Por enquanto, o ensaio não está disponível, mas a Fluvia Lacerda é sempre tão maravilhosa que separei mais fotinhos dela com looks diversos, mostrando aqui o motivo pelo qual ela é a primeira mulher com medidas plus size a estar na capa da Playboy.

Uma mulher linda e segura de si é a melhor definição para a Fluvia e não poderia ser outra a estar no lugar dela. <3

Em entrevista ao jornalista Bruno Astuto (aqui) ela declarou: “A base do meu trabalho é apoiar essa revolução feminina no planeta, essa é minha luta. O meu discurso é que as pessoas precisam se aceitar do jeito que elas são. A vida é muito curta para se importar com padrões impostos. Temos que viver, não nos importar com paranoias e reformatar esse aprendizado eterno, essa perpetuação de automassacre que aprendemos de geração em geração.”

Muito mais que uma mulher linda, a Fluvia sempre foi uma pessoa que deixou claro seu amor próprio e incentivou as pessoas a se amarem do jeitinho que são.

Eu sei e ela também sabe toda a problemática da objetificação do corpo feminino em revistas masculinas, mas sabemos também que em toda revolução é preciso dar a cara a tapa e fazer o que nem sempre é considerado “correto”, mas sim, o que permite quebrar um novo paradigma.

Que essa edição seja um sucesso e que outros tipos de corpos possam invadir as capas da revista, forçando a mídia a entender  que sim: todo corpo é lindo.

 

16.12.16

Pretinho nada básico – Look Ateliê Cretismo

No último fim de semana eu estive no Rio de Janeiro e aproveitei para fotografar alguns looks para o blog de algumas marcas queridas. Hoje vou mostrar para vocês o primeiro destes looks, escolhi um vestido preto nada básico para ser o meu look Ateliê Cretismo e espero que vocês o curtam tanto como eu. <3

Eu estava usando:

Vestido – Ateliê Cretismo 
Anel e brinco: 25 de março
Rasteira – Beira Rio

Imagens: Franz Wasielewski

Embora eu já conhecesse dos bazares plus size a Marah e o Ateliê Cretismo, eu ainda não tinha parado para ver as peças detalhadamente e experimentar, mas no último Hashtag Bazar Plus Size eu tive essa oportunidade e consegui me apaixonar por alguns vários looks. Como vocês já sabem eu estou me adaptando a vestidos (acho que agora vai #enfim),  amei a modelagem da marca e este que eu escolhi é pintado manualmente o que deixa a peça ainda mais diferentona. O que achei mais legal do Ateliê Cretismo é que a Marah (estilista) se dispõe a criar peças limitadas para venda nos bazares, mas ela também ajuda mulheres a realizarem seus sonhos de peças exclusivas para as mais variadas ocasiões.

Para conhecer mais deste trabalho lindo, é só acompanhar a marca no Facebook (aqui) e no Instagram (aqui).

A Helena do blog Garotas Rosa Choque, também fez a sua escolha no Ateliê Cretismo e mostra seu look neste post aqui.

Na semana que vem tanto eu quanto a Helena, vamos mostrar nossas outras escolhas em nossos blogs e nas redes sociais, torço para que  algum dos nossos looks sirva de inspiração para vocês. *_*


*Look realizado em parceria com a marca. 

01.12.16

Toda Beleza Importa

Na minha vida e no blog eu sempre deixei claro que acredito nas mais variadas formas de beleza e que cada um deve reconhecer a sua, mas eu sei muito bem (infelizmente), que para a mídia em geral só existe um “padrão de beleza”. Foi por ter essa certeza de que toda beleza importa, quando vi a Thais (blog GrandEstima) postando um ensaio que questionava exatamente isso eu quis logo trazer para o blog.

Saibam mais sobre o ensaio: “Não existe beleza que não pode ser representada. Esse é um dos lemas do projeto DUO: A minha beleza importa! Com o objetivo de valorizar o afro empreendedor e diferentes belezas, a ideia principal foi pegar duas mulheres que não são modelos e não estão habituadas a viver nesse ambiente de câmera e poses, e transformá-las para que mostrassem ao mundo que é possível sim ficar bonita com as roupas que estão sempre expostas em manequins, e que não existe regras para se vestir confortável e arrasar!!!!!”

Confiram abaixo as fotos desse ensaio lindo e cheio de representatividade.

duo-a-minha-beleza-importa-6

duo-a-minha-beleza-importa-2 duo-a-minha-beleza-importa-3 duo-a-minha-beleza-importa-4 duo-a-minha-beleza-importa-5

 

duo-a-minha-beleza-importa-10

duo-a-minha-beleza-importa-7 duo-a-minha-beleza-importa-8 duo-a-minha-beleza-importa-9
duo-a-minha-beleza-importa-1

 

Créditos:

FOTOGRAFIA: MelIssa Santos

ACESSÓRIOS: AfrotiK Acessórios

ROUPAS: Magnólia’s

MODELOS: Danusa Pio e Thais Ulrichsen

A mulher negra e a mulher gorda são sempre preteridaa em publicidades, não aceitam que algo que saia do “padrão” esteja em um local que é destinado para pessoas bonitas. Graças a toda essa nossa luta e empoderamento feminino cada vez maior, hoje uma grande parcela das mulheres já sabem que toda beleza importa, inclusive a nossa própria beleza.

Eu amei as fotos e as meninas são maravilhosas, mas quero que vocês aproveitem esse post para nos contar: Sua Beleza Importa? *_*