fbpx

Tag: gorda

17.10.16

Se tiver representatividade, eu vou elogiar!

Semana passada, a internet ficou em alvoroço com a notícia da Ju Romano na Playboy, por um lado, muita gente comemorando a representatividade e por outro, muita gente problematizando a situação, eu me incluo nas que comemoram mais essa conquista e é sobre isso que eu quero papear com vocês hoje.

Eu sei que vivemos em uma sociedade machista, onde a mulher é vista como objeto e que algumas mídias só reforçam isso, causando grandes danos sociais à imagem da mulher. Mas ainda assim, eu acho muito maravilhoso ver que as gordas estão ocupando esses espaços.

Sei que muita gente pensa, qual vantagem em ter o corpo gordo sexualizado? Para mim nenhuma, já que eu já sei o meu valor, independente do que a mídia diz. Mas para a sociedade no todo, isso é muito importante, já que milhares de mulheres se acham horríveis só por serem gordas, se consideram abomináveis e não dignas de serem vistas como uma mulher sensual.

Para essas mulheres, essa representatividade em meios “sensuais e sexuais” faz toda a diferença, ver um corpo semelhante tendo destaque como sexy na mídia é a certeza de que elas também podem ser lindas e sensuais. Por outro lado, os meninos começam a ter contato com corpos gordos e sensuais e param de temer assumir para os colegas que têm um relacionamento com uma menina gorda.

O que os homens pensam ou não pensam está bem distante de ser a prioridade da minha luta, mas se eles mudarem os paradigmas, teremos menos mulheres sofrendo com relacionamentos bostas, em que o mocinho tem vergonha delas. Então, por fim, é sim necessário que essa mudança ocorra e eu acredito que a imagem de mulheres gordas em revistas masculinas, propaganda de cerveja e até na divulgação do vídeo game é a naturalização da gorda como mulher bela e gostosa, assim como qualquer mulher.

E essa naturalização do corpo gordo não é o que buscamos? Então, baseado nisso, eu só vejo vantagens em termos mulheres gordas em todas as mídias.

Teve gorda na propaganda da Cerveja Budweiser

via GIPHY

Teve gordas em trailer do joguinho Mobile Strike

 

E na semana que vem teremos a Ju Romano na Playboy!

gorda-na-playboy

Vocês podem até achar que isso tudo só alimenta fetichistas, mas eu preciso lembrar vocês que fetichistas não precisam disso para se alimentarem, eles sabem muito bem onde encontrar mulheres gordas sensuais, já a nossa sociedade que prega um só padrão de beleza, precisa.

Sei que essa é apenas a minha opinião e respeito quem pensa diferente de mim, mas convido vocês a pensarem um pouco nas mulheres que ainda não possuem nenhum contato com o gordativismo, e compreenderem, que para elas, essa representatividade pode fazer toda a diferença.

15.08.16

Pare de Odiar seu Corpo!

Dia desses, eu estava conversando com uma amiga sobre como uma menina era linda, ela me disse: “Fico com raiva, devia ter me gostado antes, agora estou ficando velha haha”. Naquele momento, eu que também analisava sobre o quanto aquela menina era linda e parecia novinha, pensei comigo mesma que seria lindo se todas se amassem ainda jovem, como ela demonstra se amar.
Mas, infelizmente, nós somos, desde pequeninas, ensinadas a odiar nossos corpos, essa cobrança e ódio existe em qualquer manequim, mas é claro que, quando maior o número do jeans que usamos maior é o incentivo do mundo para que a gente se odeie.

pare de odiar seu corpo
Como quase tudo na vida, aqui também cabe  aquele ditado: “Antes tarde do que nunca”.

Embora eu deseje de coração que chegue logo o dia em que as mulheres deixem de ser ensinadas a se odiarem, sei que a nossa realidade não é essa e que tem muita mulher maravilhosa que ainda odeia seu próprio corpo e é com vocês que quero papear nesse post. <3

Se HOJE você ainda não consegue amar seu corpo do jeitinho que ele é, tente ao menos não o odiá-lo mais, nosso corpo merece ser amado e respeitado todos os dias.

Façam um acordo consigo mesmas, se esforcem para não se autodepreciarem e não emitir sinais de ódio ao próprio corpo. Em paralelo ao mesmo tempo comece a descobrir pedacinhos do seu corpo que você admira os exalte sempre para si. Aos poucos você vai perceber que quanto mais partes você consegue amar do seu corpo, menos importância terá o ódio que um dia você alimentou por ele.
Não importa a sua idade hoje, ou o tempo que você já perdeu se odiando, o que realmente importa realmente é que você deixe o ódio de si mesma fazer parte do passado e comece a se amar hoje mesmo.  <3

Você já se amou hoje? *_*

26.04.16

Homens que não aceitam o NÃO de uma GORDA!

Já faz alguns muitos anos desde a primeira vez que um cara me puxou em alguma festa, e quando viu que não ia corresponder me chamou de GORDA. Um caso em especial lembro que em um show o cara insistiu em me dar uns beijos e quando eu disse que não ia rolar virou briga e ele me chamando de GORDA.
Por sorte minha e azar deles, para mim sempre ficou claro que os xingamentos eram frutos da frustração deles em levar um NÃO de uma mulher GORDA. Sempre vi como recalque (mesmo antes dessa palavra ser modinha), entendia que era um problema deles e não meu.
Recentemente eu descobri que os GORDAS da balada, evoluíram e agora virou textão cheio de choro de homem com EGO ferido, vou contar e mostrar para vocês o nível atual da coisa.

13090243_1592440141069608_2088065857_n

Imagem: RyoTiras

O conteúdo pode ser TW e por isso peço que prossigam consciente disto.  Leia mais…