Tag: rio de janeiro

20.04.17

10 Motivos para ir ao HashTag Bazar Plus Size

No próximo sábado, acontece mais uma edição do HashTag Bazar Plus Size no Rio de Janeiro, o evento é mensal e acontece nos bairros Flamengo e Tijuca, mesmo já tendo ocorrido várias edições ainda vejo muita gente questionando se compensa ou não ir.
Pensando nisso, eu pedi ajuda para outras meninas que frequentam bazares plus size para contar para vocês os melhores motivos para irem a um e adaptei a realidade do #HashTagBazar.

 

1. Bazares são locais onde a grande maioria das peças estão disponíveis no nosso tamanho. No #HashTagBazar a grande maioria das marcas disponibilizam peças até o tamanho 60 e outras já chegaram ao manequim 70, mas algumas ainda ficam até no máximo 56.
2. Não vamos esbarrar em vendedoras tratando com desdém, por não nos enxergar como consumidoras em potencial, lá, nós gordas, somos o alvo delas.
3. Oportunidade de comprar de marcas que só possuem lojas virtuais, podendo experimentar e ainda economizando o valor frete.
4. Promoções! Sempre rolam peças com preços incríveis.
5. Muitas marcas contam com as proprietárias como vendedoras, então é possível bater papo e conhecer melhor o conceito da marca, e ainda ter uma ajudinha básica na hora de escolher suas peças.
6. Tendências de moda em primeira mão, em todos os bazares as marcas levam lançamentos. Algumas peças demoram dias até chegar às lojas virtuais.
7. A gastronomia do #HashTagBazar é um detalhe importantíssimo, os expositores de lanches/doces são super maravilhosos e todo mundo que vai adora e elogia.
8. Maior concentração de gordos do Rio de Janeiro hahaha, parece algo estranho de se ler assim. Mas é muito espetacular estar em um evento organizado por gordos, com expositores gordos para atender clientes gordos. Não se trata de nenhum tipo de segregação, é inclusão e fortalecimento dos gordos, mas os magros que vão tanto para trabalhar quanto para passear também curtem e são bem vindos.
9. Desfiles com pessoas comuns  e rodas de conversas, tudo focado em desconstruir e empoderar.
10. Entrada Gratuita, o evento acontece durante todo o dia, tem cerveja e é perto do metrô. Mesmo quem não pensa em renovar o guarda roupas pode passar por lá e curtir toda a programação.

Com todos esses motivos, não dá para perder. Não é mesmo?

Serviço:

HashTag Bazar Plus Size

22 de Abril |Sábado| de 11h às 19h
Rua São Salvador, 49 ICE Flamengo
Confirmem presença aqui.

Moda plus size:

ACKON –  Amaryllis Moda & Acessórios.AssensAteliê Cretismo Beauty In Curves – BELLE ROSE PLUS SIZECabidemix – Carlota-rio moda carioca PLUS size – CAZACO. – Cromo.somos – Desapegos da atriz Cacau Protásio –  Elai Plus – Flower Plus Size – Gordinha dos Sonhos – Maria Abacaxita –  NaBeca Tamanhos Reais   Nina Vazquez Moda E Estilo – Popy Moda Feminina (Jeans até o 64) – Rainha Nagô

Acessórios/Variedades:

AndarBem Sapatos – Aziza Abdullah Artesanatos – Cantinho de Retalhos – Clube da Meia Calça –Entrecores – Juntinho & Misturado – Luar da Prata – Mary Help, acessórios criativos 

Gastronomia:

Cerveja Trópica –  Crazy in Churros – Empório Delicias da Fazenda – Pausa 20 SalgadinhosRicco Sabores (Almoço e Lanche) – Taste Beer & Bacon 

 

Eu tenho certeza que essa edição será maravilhosa, quem for do RJ não pode perder. *_*

Vocês indicam outros motivos para ir aos Bazares Plus Size? Deixem aqui nos comentários.

07.04.17

Guest Post: Impacto das “mulheres comuns” na moda plus size

Tenho observado no decorrer dos últimos meses uma fator interessante, que vou definir por: Foto de Modelo Plus Size X Foto de Mulher Comuns (Gordas) – Ambas na divulgação de roupas plus size.

Aqui no Rio de Janeiro o segmento plus size necessita de uma reformulação quanto ao que entendem por “modelo”. Ao realizar a divulgação para o #HashTagBazar percebi uma grande mudança da relação da consumidora em relação à mercadoria oferecida.

Os editoriais e fotos com modelos profissionais são lindas, bem trabalhadas na edição (photoshop/lightroom) e propõe uma divulgação que segue o “padrão” de mercado. Mas a receptividade das consumidoras em relação a estes fotos e editoriais é reduzida, por não haver identificação. Pode parecer mentira, mas percebo isso a cada dia.

O padrão profissional/comercial de modelos plus size agradam aos produtores de moda, mas não conseguem vender o produto que elas querem apresentar no varejo.

Algumas consumidoras tem sua atenção desviada da peça de roupa anunciada, para a pessoa da modelo. Elas ao verem o editorial prendem sua atenção subjetivamente à vontade de estarem no lugar da modelo e não na roupa que está sendo anunciada. Uma foto de uma modelo profissional anunciada por alguma marca gera um efeito emocional positivo, em que muitas mulheres gordas desejarem estar ali. Pois ser modelo seria como uma representação de autoestima, beleza, fama, ser desejada, dinheiro, sucesso e etc. MAS isso ocorre com um percentual pequeno de mulheres.

Mas na maioria das vezes ocorre a não-identificação da consumidora com o conjunto roupa+modelo. Sabendo que o segmento plus size possui sim padrões estéticos corporais, a maioria das consumidoras têm uma reação de indiferença e de dúvida em relação a modelo que está apresentando uma roupa a ser comercializada. A primeira pergunta que vem a mente é: “SERÁ QUE TEM MEU TAMANHO?” ou “SERÁ QUE A ROUPA FICARÁ BEM NO MEU CORPO?”. A maioria das mulheres gordas não se sentem representadas pelas modelos plus sizes e vibram e consomem ao ver mulheres comuns nas imagens.

Como percebi isso? Ao divulgar algumas fotos de clientes do #HashTagBazar usando alguma roupa comprada no evento tive inúmeras surpresas. As fotos tiveram um alcance muito maior que as das modelos profissionais. Proporcionaram para a marca uma divulgação 2X a 3X maior.

mulheres comuns gordas

Fotos com mulheres comuns que tiveram uma ótima repercussão nas páginas de divulgação do HashTagBazar.

A interatividade das consumidoras para com a foto perguntando valor é muito maior também. Ao perguntar as proprietárias da marca constatei que houve uma venda muito maior a partir da foto da cliente, do que da modelo. Quando uma foto de uma mulher gorda, em que ela se apresenta como ela é (barriguda, com papada, com braço grande, com tudo aquilo que os editoriais de moda não mostram) causam a identificação: consumidora – roupa – pessoa. E o resultado é perceptível no volume de vendas.
Disseram-me uma vez que fotos de “gordas tronchas” não servem para catálogos. Disseram-me que era necessário selecionar castings para mostrar a beleza da mulher gorda e para isso era necessário estabelecer padrões de modelos plus size.

E hoje percebo que não é bem assim. Quero a pessoa que uma vez me disse que “gorda troncha” não serve para modelar, me explique como o percentual de venda e de visibilidade comercial que ela é no mínimo 2X maior que a da modelo padrãozinho? Como explicar que a foto de uma modelo e uma consumidora, simultaneamente, postadas com a mesma peça de roupa em uma página de evento consegue ter diferença de alcance muito maior. A foto da cliente com a roupa tem em média 70% maior de curtidas que a da modelo? Como justificar que a foto da cliente possui numero maior de comentários perguntando sobre o valor e como adquirir a peça que a da modelo?
O mercado mudou. E se manter ligada a padrões pode significar prejuízos ou vendas menores.

Franz Wasielewski

Fotógrafo e assistente de produção do #HashTagBazar

21.03.17

O #HashTagBazar na Tijuca está repleto de atrações!

No próximo sábado acontece o super esperado #HashTagBazar na Tijuca, o evento já tinha rolado na Tijuca ano passado e foi o maior sucesso, para esta edição a organização preparou tanta coisa maravilhosa que eu posso apostar que quem for não vai se arrepender.

O destaque máximo desta edição (no meu ponto de vista) é o foco no homem GORDO, terá um bate papo com 4 gordos que já são conhecidos do meio virtual e na certa eles vão ter muito o que falar lá no evento, e ainda está rolando o #BeautyFatMen, que busca encontrar meninos para o desfile e vai premiar alguns deles de acordo com a votação online e ainda marcas de moda plus size masculina de SP e SC. Então avisem aos boys que eles não podem perder. *_*

Confiram nas fotos abaixos alguns looks que estarão disponíveis no evento, não deixem de focar nessa diversidade de corpos, é algo muito maravilhoso de se ver.

 

Marcas de moda plus size já confirmadas para o #HashTagBazar na Tijuca:

ACKON – ALE SENNA – Amaryllis Moda & Acessórios. – Antiplay Shop Assens – Beauty In Curves – BELLE ROSE PLUS SIZECabidemix – Cachopa Brasil Fitness e Beachwear All Size – Carlota-rio moda carioca PLUS size – CAZACO. – Cromo.somos – DONNA.K – Elai Plus – Flower Plus Size – Gordinha dos Sonhos – Lili da Ena: camisas e acessórios – Maria Abacaxita – Maria Botto – NaBeca Tamanhos Reais  NAIAH – Nina Vazquez Moda E Estilo – 
Popy Moda Feminina (Jeans até o 64) – Sedução Sexy Fashion

Terá ainda desapegos de blogueiras, marcas de acessórios, perfumaria, maquiagem, decoração, semi-jóias e muitas opções de gastronomia.

Serviço:
Dia: 25 de março de 2017, sábado
Horário: das 12h às 21h
Local: Tijuca Tênis Clube, que fica na Rua Conde de Bonfim, 451 – Tijuca / Rio de Janeiro,
RJ
#ENTRADA GRATUITA
Acompanhe nas redes sociais:
Facebook: http://facebook.com/htagbazar
Instagram: http://instagram.com/htagbazar

 Viram quanta coisa legal vai rolar no evento?

 Quem for do RJ não pode deixar de ir, tenho certeza que essa edição será maravilhosa. *_*

11.03.17

Dandara – Musa do #HashtagBazar de Fevereiro

Agora em todas as edições do Hashtag Bazar Plus Size terá uma MUSA eleita, como vocês já sabem eu acho competições algo desnecessário nos dia de hoje, mas eu apoio o MUSA por ser algo bem diferente. Quando a Larissa (organizadora do Hashtag) decidiu colocar em prática neste ano o projeto MUSA foi com o ideal de dar oportunidade ao maior número de mulheres, mas como não dá para dar um “dia de princesa” para todas, a cada edição uma delas se torna vencedora de acordo com os likes que recebe (é a melhor forma? Não, mas é a mais justa e que funcionou muito bem), as inscrições estão abertas para quem se interessar em ser a musa de março, a cada mês 20 novatas serão escolhidas, 20 desfilam no evento e uma delas ganha também um ensaio com fotos profissionais e outros mimos.


Quem tiver vontade de participar é só ir nessa postagem do Facebook e se jogar, é uma oportunidade de fazer algo diferente e não para ser modelo plus size (ser modelo vai muito além de desfile e foto), pois como vocês já devem ter me visto falando a gente não precisa ser modelo para ser e se sentir linda. *_*

Vamos agora falar da Dandara? Tem gente que já nasce tão destinada a ser maravilhosa que já vem com o nome de mulher forte,  eu vejo essas fotos e concluo que Dandara guerreira negra ia se sentir orgulhosa em conhecer essa Dandara aqui.  <3

As lutas podem ser diferentes na atualidade, mas a da Dandara Musa do #HashtagBazar, também está aí lutando e quebrando conceitos de beleza. E que beleza por sinal, confiram nas fotos abaixo:

O ensaio fotográfico foi realização da HS Produções & Eventos que é patrocinadora oficial do MUSA #HashtagBazar.

Fotografia: Hilton Ribeiro

Maquiagem: Carol Zimmaro

Pedi que ela nos mandasse um textinho contando o que representou essa participação e ela disse:

“Todas somos musas!
Durante a infância e adolescência eu não tive meu nome entre as mais bonitas da sala, nem fui chamada pra dançar nas festas e etc…
Então demorou uns vinte e poucos anos pra eu me descobrir como uma mulher maravilhosa e pra isso eu fui engolindo todos os padrões.
Ter participado do concurso, ter sido eleita a musa, ter desfilado foi o ápice de um empoderamento que eu vivo todos os dias e tento contagiar as mulheres a minha volta!
Eu não estou musa, na verdade eu sou musa como todas vocês são também.
E diariamente temos que exercer o nosso poder por mais que a grande mídia diga ao contrário.” Dandara Barbosa

Eu não sei vocês, mas eu amei as fotos e o sorriso desta menina é incrível ver materializado em fotografia o quanto é possível ser o oposto o padrão (magra/loira de cabelão) e ainda assim ser MARAVILHOSA, eu amo muito ver que a beleza está muito além do que a gente vê na tela da TV.

 

24.02.17

Vestido “Básico” – LOOK AMARYLLIS

Oi gente! Hoje eu estou aqui para falar de uma loja Plus Size carioca que eu me apaixonei: Amaryllis Moda & Acessórios.
Quem acompanha o blog já deve estar por dentro da visita que eu e a Kalli fizemos a loja, rolou até uma live onde já dei boa parte das minhas impressões. Mas vou contar com detalhes!
A loja fica em Vila Isabel, é bem fácil de chegar, é bem perto da Boulevard 28 de setembro, dá para estacionar ao lado de Parmê de Vila Isabel ou pouco depois do prédio, antes de chegar ao antigo Jardim Zoológico. Endereço que a grande maioria dos cariocas conhecem.
A loja é bonita, aconchegante, a cabine para experimentar as rupas é super confortável e o atendimento é sem dúvidas o grande diferencial. Lá o atendimento é por hora marcada.
Evidente que sabendo disso não tem como não se preocupar com os valores das peças, mas para minha feliz surpresa não tinha nada caro, para terem uma ideia tem mais peças de dois dígitos que peças de R$200,00. Coisa bem rara na moda plus size que insiste em não ser acessível. Saí cheia de compras? É claro! Não tem como ir lá e não se encantar com as roupas. ”Ah mas esse look não foi parceria com a marca?” Foi! Mas eu comprei outros, eu realmente amei a loja!
A qualidade é uma preocupação bem clara, só vendem boas marcas, não teve uma roupa que não tenha vestido bem. A grade de tamanhos é muito generosa, outra coisa que amei! Tem roupas de todos os tamanhos mesmo, é muito raro eu ir em uma loja e não pedir logo o maior tamanho, lá o maior tamanho ficava bem grande em mim, eu realmente pude escolher e a verdade é que muitas vezes nós sentimos que não podemos fazer escolhas, precisamos escolher o que cabe, e ter esse poder nos faz muito bem. A numeração vai até o tamanho 64.
Escolhi um look plus size para mostrar para vocês, não tenho como dizer se foi o que mais amei, não consegui trazer um só para casa. Mas esse eu achei muito bonito e confortável, ele veste muito bem, me senti linda nele, não fica marcando onde não quero e dá para usar em várias ocasiões.

AMARYLLIS

Créditos:

Vestido – Amaryllis Moda & Acessórios

Imagens: Matheus Maia

 

Nas fotos eu fiz uma produção leve de dia, não coloquei acessórios para destacar melhor os detalhes do vestido, mas acho que se escurecer a maquiagem, colocar um brinco e umas pulseiras fica um look lindo para as noites de verão. Se trocar o salto por uma sapatilha também é ótimo para curtir um fim de tarde no calçadão ou em um shopping, e com um escarpam de salto médio e uma bolsa fica perfeito para ir trabalhar. Muito versátil!

Meninas liguem e agendem um horário que não vão se arrepender: 21 3879-5546 / 21 98844-9424 / 21 999925-1678, a loja fica na Rua Visconde de Santa Isabel, 20 sala 410.
Para quem não mora no Rio de Janeiro, não precisa ficar triste, tem loja on line!
http://www.amaryllismoda.com.br/.

 

 

 


*Look realizado em parceria com a marca.