fbpx
02.08.16

Modelos Plus Size quase nunca são gordas!

Quase sempre eu me deparo com a seguinte pergunta em fotos que coloco no page do blog no Facebook: “Ela é Plus Size?”… E algumas variáveis desta pergunta. Pensando nisso, hoje trago verdades,  a realidade sobre isso é: Modelos Plus Size quase nunca são gordas, mas ainda assim elas vestem tamanhos plus size.

Modelos Plus Size quase nunca são gordas! (2)Eu também adoraria que as marcas usassem mulheres gordas, mas essa não é a realidade do mercado infelizmente, nós mulheres gordas precisamos entender isso e pararmos de nos comparar com modelos plus size que é um novo padrão de beleza inalcançável para a maioria das mulheres gordas.

Modelos Plus Size quase nunca são gordas! (3)
Muitas de nós olhamos a Tess e concluímos que não temos nada parecido no Brasil, mas acontece que a Tess é diva total sim, mas ela tem pouquíssimos trabalhos, quando comparamos com a Ashley Graham, por exemplo, percebemos que a Tess quase não tem campanhas. Em lugar nenhum do mundo, as gordas são destaque em campanhas plus size.
As fotos que ilustram o texto são de campanhas feitas no exterior, para que vocês possam perceber que lá também o padrão é ser o menos gorda possível.

Modelos Plus Size quase nunca são gordas! (4)

Nessa foto temos uma gorda, sabem o motivo?Ela é a blogueira Gabi Fresh que assina essa coleção. 

mulheres-reais-00

Essa foi da campanha #IamNoAngel em resposta as modelos magras da Victória Secret’s, mas como podemos ver ainda existe um padrão imposto até para quebras padrões. 

As marcas plus size tendem a começar suas numerações no 44/46 e em geral usam modelo nesse manequim, o que é uma lástima no meu ponto de vista e também no de muitas clientes, mas infelizmente é a realidade. Considerando que quem mais consome no mercado plus size são mulheres gordas, seria muito mais  representativo termos elas em campanhas. Se alguém ainda tem dúvidas que são as gordas que consomem das marcas plus size, é só acessar qualquer loja virtual e ir olhar na parte de promoções quais sãos os tamanhos que sobraram.

Infelizmente as marcas insistem em não ouvir as clientes, seguem usando modelos que pouco se assemelham com suas consumidoras e causando muitas vezes uma mal estar em suas clientes, muitas meninas que estão ainda com a autoestima fragilizada ao ver uma peça em um corpo magro ampliado, acabam se sentindo incapaz de ficar bonita como a modelo e acabam não comprando.  Quem mais perde com isso? Exatamente as marcas, mas elas ainda não se deram conta disso, por ainda serem poucas e acabar conseguindo concluindo vendas mesmo sem oferecer o que as consumidoras buscam.

Graças aos novos empreendedores, o mercado está mudando e já tem marcas que usam sem medo mulheres gordas e estão crescendo muito e em pouco tempo. <3

13320851_684595551680591_1008035744526046836_o

Foto da loja Lollaboo um exemplo real de representatividade. 

A minha sugestão é que a gente valorize mais marcas que estão nos contemplando nas imagens, com o tempo as outras vão sentir falta dessa valorização e vão enxergar a necessidade de trazer mulheres gordas em suas fotos.

É importante que a gente não espere de marcas a inspiração para nos amarmos, sejamos nós mesmas a nossa própria inspiração. *__*
Conhecem marcas que usam modelos mais próximas dos corpos de vocês?
Indiquem nos comentários, vamos valorizar todas elas. <3
Na page do blog já temos um álbum com várias delas, confiram clicando aqui.

14 Comentários // Deixe o seu!

  • Mariana says:

    Já tentei me candidatar a modelo mas é tão difícil quanto antes. O mercado no meu estado é bem pequeno.

  • Valoíse (Val) says:

    Infelizmente, vivemos em um mundo machista e hipócrita onde muitos se dizem “simpatizantes” de um corpo mais robusto, porém nem cogitam desfilar abraçados a uma mulher/homem ” fora dos padrões” ditado pelo mundo da moda. Existem os que preferem uma mulher ou um homem mais cheinho? SIM!!! Maravilha! Sou gordinha, já fui obesa e hoje brigo com a balança mais apenas no que tange a minha saúde física e mental. Visto 46 ou 48, raras vezes 44 ou tamanho M. Depende muito da confecção. Me acho gata, gostosa e meu marido adoraaa! Fiz algumas fotos que foram bastante elogiadas e tenho muita vontade de um dia ser modelo Plus size…enquanto as rugas e pés de galinha me permitirem…???
    Nós, gordinhas, podemos sim ser sexy e sensual sem ser vulgar. E sinceramente? De um jeito que as magras não conseguem!
    Confiram lá no Facebook: Val Carmona – Stilo G

  • Bia Lage says:

    Eu estou resistindo bravamente.

  • Cecilia says:

    Me sinto excluída inclusive da moda plus, tenho 1,60 alt. 78kg, 118 de quadril, 98 de busto e 88 de cintura.As roupas plus ficam imensas principalmente no busto e na roupa ” normal” o gg me faz parecer periguete de tão coladas e curtas que ficam .Tem 3 anos que desisti de comprar em lojas físicas de tanta humilhação e descaso .Essas modelos em sua maioria tem mais de 1,70.A moda precisa ajustar o tamanho pois a maioria é mais baixa que as modelos.Gosto muito de comprar roupas na Posthaus inclusive pelos preços.

  • Se percebe que as marcas tem medo de associar seu protudos ă mulheres que não são bem vista. Eu digo isso levando em consideração que existe preconceito entre as proprias mulheres nas questões esteticas. E são mulheres do mesmo biotipo. As mulhures gorda não se vê como padrão de beleza cansequetimente elas não reconhece a outra. A questão não e a industria “de certo ponto de vista” mas principalmente autovalorização da beleza que nesse caso e distocida pela cultura atual. E uma visão superficial que tenho porque se formos a fundo a mais coisas que influenciam esse mercado. Grato

  • Gostei do texto, também acho que falta muita representatividade, mas, em um ponto descordo fortemente: Uso 44/46, sou bem alta e peso 90kg e sou GORDA SIM! Odeio quando as pessoas dizem que sou “cheinha” como se fosse um elogio. Queria entender o que te da o direito de dizer quem é gorda ou não? Se você tá acima do peso ideal você é gorda e ponto! Não me desengorde só porque não uso 50!!!!!!

  • Isso aí meninas, vamos valorizar as marcas que nos representam #representatividade

  • Isso aí meninas, vamos valorizar as marcas que nos representam #representatividade

  • É muito difícil mulheres se sentirem bem fisicamente vestindo mais de 50. Estou falando da maioria. Não querem se olhar e se admirar, logo não admiram o caimento de uma roupa em uma modelo com tamanho delas. Ou seja, a cabecinha da consumidora precisa mudar urgente.

  • Hoje em dia até quem usa 38 é considerado gordo. Não estou entendendo nada. A cada dia mais leio notícias de celebridades fazendo dieta pra chegar a usar um manequim 34. Eu tenho uma sobrinha de 28 anos que muito alta e magra ela veste 36 e ainda é nova imagina alguém mais velha que ela vestindo menos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *