Tag: empoderamento

23.09.15

Strappy Bra para gordas!

Já deve ter pelos menos uns três anos desde a primeira vez que vi a Tess com um soutien “diferente” que aparecia tiras no decote, achei estranho de início, mas na segunda foto eu já queria muito para mim também haha. Mas como sempre a moda demorou a pegar por aqui, o soutien diferente agora é conhecido como Strappy Bra! É ele que tem deixado os decotes da mulherada muito mais bonito. *___*

Strappy Bra (1)

Lá fora eles já são comercializados com variações de modelos e cores, aqui ele chegou de início para tamanhos menores. Nós mulheres que usamos plus size continuamos na espera de strappy bra para gordas.
Foi pensando nessa dificuldade de encontrar a peça desejo da estação, que eu fiz uma busca em lojas virtuais de lingerie, incrivelmente eu só achei a peça em marcas pequenas. Isso é uma prova que elas estão empenhadas em fabricar lingeries modernas para nós mulheres que usamos tamanhos plus size. . <3

fat

For All Types – F.A.T. 
Na F.A.T. já têm dois modelos, com aro e sem. Ambos também estão disponíveis também na cor rosa claro. A marca trabalha com a numeração ampla e as peças são definidas pela medida do tronco e do bojo. Acessem o site (aqui) para ver os detalhes das peças.

mseven

MSeven
A Mseven é um ateliê em Sampa que faz qualquer lingerie que você sonhe nas suas medidas, e também já tem modelos de strappy bra super lindos, lá é possível escolher a cor e o modelo que quiser e ele será feito em suas medidas. Para saber mais detalhes e orçamentos é só falar com a Monique neste perfil aqui.

Satinê

Satiné
Na Satiné tem vários modelos, mas como ainda não tem fotos em corpos eu trouxe apenas esse de referência, na página do facebook (clica aqui) é possível ver modelos e rendas disponíveis. É só mandar uma mensagem e conversar com a Marcela que vai te dar mais detalhes sobre as peças.

12033221_10205028649223415_7527708064918247641_n

The Bralette Boutique.
Já a The Bralette Boutique trabalha com bojos inteiriços e infelizmente só encontra por enquanto até o tamanho 48, então se o bojo do seu soutien for até 48 é mais uma opção. Mais detalhes aqui.

virall

Virall
A Virall traz um modelo ainda mais diferente, feito de tecido transparente e com sustentação. A marca trabalha até o tamanho 54, vocês podem ver mais peças clicando aqui.

O mais legal dessas  marcas é que quase todas elas trabalham com o tamanho que for necessário, agora as mulheres que precisam de soutien acima do tamanho 54 vai encontrar coisas lindas e não somente na cor bege já abominado hahaha, além do fato que as marcas são feitas por mulheres empreendedoras e isso é muito positivo. <3

Eu não conheço a modelagem e material de cada uma, então não posso garantir qualidade,

aconselho que tirem o máximo de dúvidas antes de comprar.*___*

Eu ainda não tenho um strappy bra, mas depois dessa busca que fiz já sei onde encontrar e vou já garantir um para mim também, a outra luta vai ser achar blusas com decotes generosos, mas isso é pauta para outro post.
Vocês gostam dessa moda? Usam ou usaria um strappy bra?

Tem alguma outra loja que tenha esse produto para me indicar? Vamos deixar o post bem mais completinho e com opções para todos os gostos e bolsos. 

 

18.09.15

“Acima do Peso”

Essa é uma das expressões mais gordofóbicas do dia a dia, infelizmente as pessoas insistem em denominar um peso “certo” baseado em medidas básicas, sem levar em conta muitas coisas sobre o indivíduo. Nisso colocam a idéia que só é possível ser feliz e saudável se estiverem em um determinado peso. Se tornando impossível estar no padrão de beleza quando se está “acima do peso”.

Acima do PesoP

Eu nunca entendo bem isso, TUDO NA VIDA quanto mais e quanto maior é melhor e mais desejado, do pedaço de bolo ao carro que se sonha ter, mas quando o assunto são corpos querem determinar um só padrão como bonito e aceito. Comigo isso nunca colou e nunca vai colar. *___*

Duas amigas queridas do RJ e uma recém-conhecida a Tatiana Vieira(Gorda Zen), participaram do programa Em Família do Canal Saúde (uma iniciativa da FIOCRUZ). Olhem como eu só tenho amigas lindas. <3

Acima do peso
Foi uma oportunidade maravilhosa de mostrarem que é sim possível ser feliz e saudável estando “acima do peso”, o programa é curtinho (menos de meia hora), e vocês podem assistir clicando aqui.

Eu achei a abordagem bem legal, é lindo ver o quanto o #ProjetoVerãoSemNeuras tem impacto na vida das pessoas e já existem outros projetos similares que visam libertar as mulheres gordas do medo da praia/piscina e principalmente do biquíni.

É sempre muito importante conseguirmos novos espaços na mídia, e mesmo não estando presente eu tenho muito orgulho das amigas lindas que passaram tão bem a nossa mensagem. <3
É preciso a gente se amar mais, se respeitar mais, sermos a cada dia mais felizes e libertos de padrões estéticos e sociais.

03.09.15

[Fat Art] Cor de Gorda – Tha Lita

Quando criei a tag Fat Art por aqui foi pensando em postar artes de algumas meninas que conheci recentemente, mas a correria do dia a dia a gente vai sempre adiando. Hoje finalmente apresento para vocês a Cor de Gorda da Tha Lita <3 ela é uma mulher gorda e cheia de atitude, mas além disso ela tem o dom de se expressar através dos desenho e na sua page (aqui) tem maravilhosos desenhos de mulheres gordas e seus corpos. O mais legal que muitas meninas são conhecidas desse mundão virtual, acredito que pode ter também conhecida de vocês lá.

Tha Lita -

“Querido corpo,
Eu prometo te amar. Eu prometo te admirar no espelho, eu prometo sorrir pras suas formas, eu prometo não lamentar suas mudanças. Eu prometo me referir a você com carinho. Eu prometo te tratar com delicadeza. Eu te prometo ser fiel. Eu prometo te tocar no banho, eu prometo te tocar na cama, eu prometo te tocar por fora e por dentro. Eu prometo te deixar ser tocado sem medo, quando nossas vontades nos impulsionarem. Eu prometo te deixar ser livre e te exibir com orgulho. Eu prometo te respeitar na saúde e na doença. Eu prometo, querido corpo, te defender de todas as ameaças. Eu te prometo não ser uma ameaça. Mas se eu fraquejar, se me vencerem em minhas promessas, só aguente firme. Eu ainda estarei aqui e nós vamos continuar juntos. Eu prometo te respeitar todos os dias da minha vida, até que a morte nos separe”

tha lita 1 Tha Lita (2)

 

Além dela se auto retratar lindamente, ela ainda é autora desta declaração de amor ao seu corpo.
Vejam na galeria abaixo os desenhos que trouxe para compartilhar com vocês, mas lá na Cor de Gorda ainda tem muito mais. *__*

 


Como não amar? Não tive como não adorar o trabalho dela e super admirar suas imagens e suas idéias.

E vocês o que acharam? Contem-me nos comentários e me indiquem outros artistas.<3

21.08.15

Braços de Fora – #ProjetoVerãoSemNeuras

Neste ano o inverno foi bem fraquinho e os fantasmas do verão já começam assombrar muitas mulheres sejam gordinhas ou não. É muito comum vermos mulheres gordinhas, gordas ou como vocês preferirem chamar haha,  convivem com receios de usar blusas/vestidos sem mangas, a maioria evita usar braços de fora na certeza que eles são “feios” e não devem ser expostos.

 

vestido plus size poá  (2)

Eu moro numa cidade muito quente, meu braço é grande e gordo, eu talvez pudesse seguir as dicas de moda (aquelas que focam em disfarçar) e tentar fazer que eles se pareçam menores, mas eu realmente não acho que isso vai mudar em nada minha vida e prefiro ao menos não sentir calor. Outro detalhe é que muitas mangas me apertam e entre uma manga apertada e uma alcinha que encaixa legal em meu corpo, eu prefiro a alcinha. <3

 

Ninguém é obrigada a usar nada se não se sente a vontade, mas para ajudar a criar uma imagem mais positiva de braços gordos de fora, eu chamei algumas gordas do <3 para compartilhar aqui no blog suas fotos com braços de fora. Montei uma galeria cheia de mulheres lindas de corpos diferentes e espero que vocês abram cada uma das fotos e se identifiquem.

As fotos eu pedi em um grupo do face que é cheinho de amor, coloquei todas que me mandaram, algumas tem uma manguinha mínima e fica como boa opção para irem se adaptando sem manga.

Agora que vocês já viram todas as fotos, eu e elas esperamos ajudar vocês que ainda não conseguem usar a tentarem mais uma vez, o braço vai estar ali gordo do mesmo jeito, seja com regata ou manga ¾, mas é importante que todas tentem se libertar das mangas. <3

Para quem ainda não conhece o #ProjetoVerãoSemNeuras, eu sugiro que leia sobre neste link aqui. Convido todas  vocês a se prepararem para viver um verão muito mais sem neura que o último ano, seja qual for a sua neura, juntas podemos nos apoiar e nos libertarmos. <3

beda

17.08.15

Guest Post – “Porque eu Danço…”

Tudo começou com o evento ‘I Believe’. Sempre tímida e escondida, que nem na praia ia mesmo que de maiô, só camisetão e contra a vontade. Na verdade sempre anunciei que ‘não gostava de praia’ por me achar gorda demais para usar biquíni ou maiô. Ao mesmo tempo, sempre gostei de tirar fotos, aparecer, so não conseguia vencer a minha ‘noia’ de ser gorda. Mesmo sabendo que isso tudo não fazia bem, nunca me permiti ser eu mesma por vergonha. Enquanto isso duas amigas minhas muito queridas que mesmo gordinhas viviam sua vida com gosto, com alegria, não se importando, mas simplesmente sendo felizes. Era exatamente isso que eu queria. Foi através delas que achei o blog “Beleza sem Tamanho” e, também, pelo blog do “I Believe”. O ensaio fotográfico foi o ponto da mudança. Foi lá que descobri: sim! sou bonita! Sim, tenho o direito de ser feliz e parar de me esconder!

I Believe (2) I Believe (1)

 

Precisava mudar, e como sempre detestei academia fui atrás de uma atividade física que não se tornasse tortura. Não me leve a mal, todo o respeito e admiração a quem gosta de academia. Isso não é pra mim… simples assim.
Liguei para as minhas amigas e com o contato da escola de dança me matriculei e logo na primeira aula me apaixonei. É claro que morria de vergonha, que não gostava dos espelhos enormes da sala de aula, mas devagarinho fui me acostumando, me aceitando, aprendendo e resgatando esse meu lado que ignorava há tanto tempo. Hoje meus amigos brincam e riem muito pois no dia que vi as minhas amigas se apresentarem, eles disseram ‘Olha, logo, logo é você.’

Porque eu Danço (2)

Ainda tímida, ainda querendo mas presa naquele conceito errado que eu tinha de mim mesma, disse enfaticamente ‘Eu não… só vou fazer aula.’ Quatro meses depois lá estava eu, empolgada, morrendo de vergonha mas determinada a pelo menos não fazer feio. Ai vem a brincadeira dos amigos de novo ‘Olha só!!!! disse que não ia… olha que daqui a pouco está dançando solo…’ é claro que eu não tinha aprendido…. disse que não… solo eu não danço, imagina, dançando sozinha com a pança de fora? Eu não!!!!

Porque eu Danço (3)
Pode rir, eu dancei solo, e não parei simplesmente ai… me apaixonei tanto pela dança que hoje tenho minha própria escola, Vivo a dança do ventre. O mais importante disso tudo? Aprendi a me amar, me aceitar, simplesmente viver a minha vida, feliz, me cuidando e me amando. Estou mais saudável, gordinha, sim, mas sempre linda, cada dia mais feliz, e sabendo que Sim! eu posso!

Porque eu Danço (1)

Não aconteceu da noite para o dia. O caminho de auto-aceitação continua, mas o importante é não deixar a opinião dos outros impedirem de fazermos o que queremos! O que começou com o carinho das meninas do ‘I Believe’ e apoio das minhas amigas e professoras da Luxor Escolas de Dança do Ventre, continua, mas hoje é algo que eu sei ser verdade.

A minha escola de dança completou 1 ano e estou comemorando com um espetáculo lindo, onde vou dançar não uma vez, mas Quatro!!!!!

Sem vergonha, só ansiedade que sempre dá, e também aquele friozinho na barriga que vem antes de subir no palco…

porque eu danço

E com imenso carinho convido as leitoras do Beleza sem Tamanho para este espetáculo!