Tag: Blogagem Coletiva

24.11.15

#EscutaModaPlus – 5 looks que eu quero ver no meu tamanho!

Uma das grandes reivindicações do #EscutaModaPlus é a falta de opções na hora de comprarmos, hoje em dia tem muita coisa sem dúvidas, mas ainda falta muitas e é dessas que vamos falar hoje. No post de hoje vocês vão conhecer quais são os 5 looks que eu quero ver no meu tamanho, está é a nossa primeira blogagem coletiva para começarmos a mostrar ao mercado o que queremos ter como opção na hora que formos comprar.

Eu sou tão “treinada” a só ver marcas plus size, que foi difícil inicialmente fazer essa lista de 5 looks, mas aí eu me lembrei o quanto é contraditório eu morar em uma cidade que vive MODA e não ter o prazer de caber em nada. Então fui atrás das marcas da minha cidade (e da região) e mostro para vocês as escolhas que eu adoraria poder fazer, mas ainda falta os tamanhos se ampliarem.

ESCUTAMODAPLUS

A primeira peça que escolhi foi esse vestido da Indie Denim, a marca é super novinha (uns 4/5 anos) e tem uma visão bem fashion, além de ser uma das mais virtualizadas daqui e isso é muito positivo hahhaa. Tem uma loja a menos de 200 mts da minha casa e eu me apaixonei neste vestido quando vi na vitrine.
A modelagem em si pode ser usada por mulheres de manequins plus size, mas ainda poderia ser feito adaptações para que as mulheres se sentissem mais seguras usando soutiens. Acredito que este vestido em uma versão plus size ficaria maravilhoso!

 

indie denim

A segunda peça é um vestido lindo da Bora Bora, que eu acredito ser a primeira marca da minha cidade a ter um nome forte, lá tem sempre peças maravilhosas. Este modelo em especial, no meu ponto de vista não precisa alterar nada para ficar legal em gordas, A estampa é linda, o modelo se encaixa numa numeração maior e até comprimento me agrada. Só falta mesmo que a empresa invista em produzir tamanhos maiores. *___*
Bora Bora

Esta t-shirt é um desejo antigo meu, amo essa frase/ poema (ela é a minha cara em todo dia de ressaca haha), a marca Chico Rei é de Juiz de Fora, é uma das empresas virtuais mais conhecidas em t-shirts descoladas do país. Só que infelizmente as modelagens femininas não cabem em mulheres gordas, a masculina vai bem mais longe. Mas eu não curto usar qualquer coisa que caiba, sempre dou preferência a modelos pensados no meu corpo.
É bem difícil encontrar t-shirts no meu tamanho! Elas precisam se tornar algo mais comum na moda plus size.

Chico Rei

Quem veste tamanhos grandes sabe bem que até um simples pijama/camisola pode se tornar uma dificuldade na hora de comprar, por isso, eu escolhi essa camisola fofa da Mrs. Home para o post. A marca é da minha cidade também e já estão em busca de produzir algumas coisas em tamanhos maiores, mas infelizmente ainda é restrito as opções, não encontrei nada fofo como essa que caiba em quem usa 48+. Estou esperançosa que em breve eles vão melhorar a variedade das peças plus size. Toda mulher merece dormir bonita e nós também!
Mrs. Home

Por último deixei o look que na verdade mais fez meu coração bater hahaha. Eu amo Jeans e quando vi este look da Trama Jeans eu fiquei chocada! Desejei demais essa calça, é bem frustrante saber que ela não existe ali do lado, mas não tem para o meu tamanho. Espero dias melhores para o jeans plus size, eu quero calças como essa. <3

TRAMA
E vocês, quais são as 5 peças que gostariam de ver na moda plus size?

Postem em suas redes sociais, sempre usando a hastag #EscutaModaPlus e vamos torcer juntas para que o mercado colabore para que possamos realizar nossos sonhos de consumo. *__*

17.11.15

#ESCUTAMODAPLUS – As Gordas querem ser ouvidas!

Não tenho dúvidas da importância da moda plus size na minha vida e na vida de muitas de vocês que me acompanham aqui no blog. E é por reconhecer toda essa importância que eu sempre incentivo e bato palmas para os empreendedores do mercado plus size.

Só que hoje em dia eu e outras blogueiras percebemos que houve uma estagnada na inovação, que mais se assemelha a um retrocesso. Se analisarmos a moda plus size comparada a moda fashion em tamanhos menores, notamos o quanto estamos ainda carentes de informações de moda. Além disso, frequentemente percebo que muitas empresas tratam com pouco caso seus consumidores. As marcas acreditam que nós dependemos delas, e já não se preocupam em agradar os clientes de forma ampla, seja na comunicação inicial ou no pós venda.

ESCUTAMODAPLUS

Não sou a pessoa mais fashionista do mundo e vocês sabem disso, vejo a moda plus size como instrumento de autoestima para mim e para outras mulheres gordas como eu. É muitooooo importante ter o que comprar e se amar naquelas peças.

E é por isso, que eu clamo tanto por representatividade, e as marcas insistem em nos negar.

E falando nessa falta de representatividade  eu deixo o link (aqui) desta campanha maravilhosa da MAC, enquanto as empresas plus size seguem nos negando, tem empresas grandes preocupadas com isso. <3

Fora a representatividade eu tenho alguns outros questionamentos, que serão feitos nas redes sociais sempre acompanhados da hastag #EscutaModaPlus e convido também cada uma de vocês a usarem também.

O #EscutaModaPlus veio para dar voz as mulheres novamente, e juntas tentarmos mudar a realidade dos blogs que muitas vezes ocultam a verdade por receios. Sobre isso a Babu falou lindamente sobre neste vídeo, Assistam e entendam ainda melhor a parte fashion da proposta. *-*

Para nós blogueiras sermos ouvidas, precisamos também do apoio de cada uma de vocês que acompanham nosso trabalho. <3

Seja para críticas, elogios, reclamações, sugestões ou o que sentirmos vontade de sermos ouvidas pelo mercado plus size, é só usarmos a tag #EscutaModaPlus.

14.01.15

Blogagem Coletiva: Falar que quer emagrecer, não emagrece ninguém!

Como vocês já viram por aqui eu participo de um grupo de blogs que é o Blog+ e na blogagem coletiva deste mês o assunto é muito pertinente, um incentivo para vir aqui conversar com vocês mais uma vez sobre a insatisfação corporal.Chega o verão e a cobrança por emagrecimento alcança níveis inacreditáveis de obsessão, todo mundo quer emagrecer ao menos dois quilinhos e coloca isso como uma meta na sua vida.

No instagram essa necessidade de emagrecer é ainda mais intensa e declarada. Mas por qual motivo isso acontece? Sei que hoje em dia as redes sociais permitem uma exposição muito grande da vida, tem pessoas que gostam mesmo de falar da própria vida e usam suas redes para isso. Mas em relação ao emagrecimento o que me impressiona é a necessidade que vejo nas pessoas em dizerem que estão de dieta ou fazendo exercícios, as pessoas fala sobre seu desejo/sonho/vontade de emagrecer diariamente, mas incrivelmente quem mais fala são aquelas que pouco emagrecem, para mim fica a idéia que a pessoa fala disso o tempo todo para se firmar na modinha e mostrar que tenta sempre emagrecer, assim automaticamente evita críticas ao seu corpo, afinal ela está tentando né?

Não é proibido fazer dieta, não é proibido falar de dieta.
Mas também não é necessário falar disso para entrar na modinha, não deveria ser considerado bonito odiar seu corpo, nos dias de hoje existe uma glamourização do suco Detox e uma abominação do suco de laranja natural com todas as suas calorias.
O que é saudável nos dias de hoje é aderir a todo o marketing envolvido na indústria do corpo perfeito e ainda postar nas redes sociais. Sem se importarem com o real significado do termo e a saúde em si.
Não existe comida proibida, não entrem nesta paranoia de emagrecimento que te priva dos prazeres.

Quer realmente emagrecer?

Vá em busca de um bom nutricionista e faça algo duradouro para sua vida e para sua saúde, ter saúde não significa ser magro apenas.
Seja feliz em qualquer peso ou forma corporal, não adie nem mais um dia o momento de amar o seu corpo, do jeitinho que ele é. <3

allbodiesaregoodbodies

 

Elas também deram suas opiniões sobre o assunto, confiram nos links abaixo:

PS: Conheço, admiro e acompanho muitos blogueiros “lights” que conseguiram emagrecer graças aos seus blogs, este texto não é direcionado a estas pessoas, me refiro a todas aquelas que literalmente só falam que vão emagrecer na esperança que o universo às emagreçam dormindo. *_*

30.11.14

O que me irrita nos blogs?

Como já postei outras vezes, faço parte de um grupo que propõe postagens coletivas para animar nossos blogs e levar assuntos pertinentes aos leitores sempre, as vezes é difícil pensar em o que falar. Neste mês de novembro a proposta é contarmos um pouquinho sobre o que nos irrita em blogs, afinal acredito que 90% das blogueiras são leitoras de outros blogs e é por isso que a temática é supér legal, mas como eu tava super enrolada com a faculdade, meus post está saindo nas últimas horas, mas o importante é que vai saiu hahaha. *___*

o que me irrita nos blogs

Música
Nada no mundo me irrita mais que entrar em um blog ou site e ter que ficar caçando onde desliga a música, isso é muito 2005 gente! Parem por favorzinho.
O seu gosto musical nunca será idêntico ao de todo mundo, e é chato mesmo ter que conviver com musicas alheias.

Dica “amiga”
Tem muitas blogueiras com esta mania de fingir dar super dicas, quando na verdade se trata de publicidade ou permutas. Isso para mim perde muito o crédito, eu sempre que ganho uma peça faço questão de especificar isso nos posts, além de todo post que gera uma receita financeira ser devidamente sinalizado como publieditorial.

Incoerência
Uma família de carneiros rosas, morre cada vez que uma blogger super elogia uma peça de roupa e dias depois está desapegando, me faz perder a fé em tudo que ela falou até então.
Sem contar os produtinhos essenciais de beleza, que dias depois elas parecem ter esquecido os elogios e está falando o quanto o similar é órimo.

Panelinha e puxa saquismo
No mundo de blogs existem muitas panelinhas, sejam entre blogueiras ou marcas que só investem sempre nas mesmas. Isso me irrita e me frustra, sou bem sincera com minhas verdades e ser excluída de algo só por não ficar puxando o saco de marca me irrita.

Famosidade fake
Nesse mundo de blog é de matar de rir essa espécie, algumas meninas dizem ser famosas ter 500mil visitas e serem reconhecidas nas ruas, mas com a ajuda de alguns sites é possível ver o quanto elas mentem para si e para algumas marcas que compram essa idéia de it girl.

Estrelismo
Ao contrário da categoria acima, tem sim blogueiras que conseguem um destaque nacional e se tornam famosas, mas infelizmente grande parte destas quando a fama chega a humildade se vai e ficam cheias de estrelismos pelas redes sócias.

Infelizmente tem sim mais coisas de negativas em blogs, mas listei os fatores que realmente me irritam e me fazem desistir da blogueira na maioria dos casos. Ah, vale dizer que isso vale para blogs em geral e não somente os do nicho plus size.

Outras blogueiras falaram sobre o tema, vocês podem acessar cada uma delas nos links abaixo.

Agora quero saber de vocês, o que irrita vocês em blogs? Super aceito dicas para melhorar ainda mais o nosso cantinho, caso algo que eu faça te irrite conte-me please. <3

10.10.14

Outubro Rosa: É tempo de conscientização!

Mais uma vez eu venho aqui bater um papo com vocês sobre o Outubro Rosa, que é o um período anual de conscientização e campanhas sobre o câncer de mama.
Sei que pode parecer papo de médico xiita por emagrecimento, mas nós mulheres gordas, precisamos sim de ter cuidado dobrado, pois temos uma maior concentração de tecido adiposo e isso pode acabar “escondendo” por mais tempo algum nódulo que venha a aparecer. E é por isso, que deixo aqui mais uma vez as dicas para o autoexame, apalpem sempre e não deixem de visitar médicos regularmente. Para quem tem mais de 40 anos a mamografia anual é essencial.

autoexame outubro rosa

Quero aproveitar o tema e contar algo para vocês. *_*
Neste ano eu acompanhei uma experiência complicadíssima diretamente ligada ao Câncer de Mama, minha irmã mais velha recebeu um laudo de mamografia que indicava um nódulo possivelmente maligno, foi então pedido uma ressonância e para a surpresa e desespero neste exame o resultado foi de Bi-Rads5 o que corresponde a mais de 95% de possibilidade de ser maligno.
Foi uma correria, ela acabava de completar 40 anos e recebia esse diagnóstico assustador, ela operou rapidamente quando soube, retirou um ¼ da mama e ficou no aguardo do resultado da biópsia. Este exame demorou muitoooo mais que o devido para sair, mas por fim saiu e veio uma notícia que já nem esperávamos.
O nódulo dela era benigno, segundo foi explicado para nós, em exames de imagem o tipo de nódulo dela é o que mais se assemelha ao câncer e por isso os exames deixavam a entender que era, mas por sorte e a mão de Deus ela não tinha um câncer. Mas e se fosse? Se fosse ia tratar e ficar bem, como muitas!

Infelizmente a palavra Câncer ainda tem o dom de apavorar, e foi por isso, que eu quis contar essa experiência que acompanhei de perto para vocês, pois, quem sabe alguém venha a passar por isso. Se um dia te derem um exame que indica câncer, não se desespere antes da biopsia, mesmo se for continue sem se desesperar e corra atrás de fazer o seu tratamento da forma correta. As chances de cura são muitas e não compensa ficar mal emocionalmente, foca na Cura e vai seguindo o tratamento. <3

Este post faz parte de mais uma blogagem coletiva em prol da conscientização do tema nos links abaixo, vocês conferem outras blogueiras falando do tema também.

 

Mas aqui no blog o assunto ainda não acabou,  eu abri espaço para guest posts de quem viveu a experiência e semana que vem já vou trazer uma linda história de luta e superação para vocês.

Se Toquem! O seu toque, pode salvar a sua vida. <3