fbpx
05.05.15

Guest Post: Plus Size no Japão!

Uma amiga de SP que é Japa me mostrou toda empolgada este link aqui, o motivo de tanta empolgação era saber que agora existe Plus Size no Japão, com direito a revista especializada em tamanhos plus size.
Embora para nós elas se pareçam super magrinhas, para a realidade do país elas são sim gordinhas ao ponto de não ter opção do que vestir. E é sobre isso que a Juju conta abaixo como foi viver uma temporada lá sendo plus size.


plus size no japão
Fiquei tão feliz quando uma me marcou numa publicação no Facebook de uma revista plus size no Japão. E a minha felicidade se justifica porque eu, além de passar 1 ano vivendo em Akita-ken e saber que o bonito no Japão é ser magrinha, bem magrinha… e branquinha, bem branquinha, e a moda seguia esse padrão.
Akita é uma cidade interiorana, que fica ao norte, em 2002 eram 30mil habitantes, então só não era impossível eu sair arrumadinha devido `as 2 malas de 32 kilos que levei… Só que o inverno… hum… minhas roupas não eram quentinhas o suficiente para aguentar o inverno por lá, assim adicionei ao guarda- roupas um conjunto cinza de roupa especial de esqui, masculina, claro… afinal, para mim, no Japão até sapatos era difícil encontrar na época (eu calco num.38).
Quando fui apresentada ao meu tutor no hotel onde estagiei, ele olhou pra mim e perguntou se eu tinha roupa social, afinal eles não tinham uniformes do meu tamanho, por sorte eu tinha 2 terninhos. Mas onde já se viu??? E se eu não tivesse?
Meus terninhos viraram uniformes e no inverno eram combinados com a calça cinza do conjunto de esqui.
Então quando vi essa revista, fiquei feliz, se eu for ao Japão hoje terei roupas para comprar!!! Eu viajei para as cidades grandes sim, mas nem parava nas lojas com a certeza de que não ia achar mesmo.
O difícil é manter o peso por lá, a comida é maravilhosa, e quando faz frio a fome aumenta e as atividades físicas diminuem, engordei 20 kilos entre outono e inverno. Como podem ver na foto acima eu era um manequim a menos (usava 46 e na outra foto 48) quando morei lá, mas nem isso me ajudou a ter opções para me vestir. 

 

Sei que tenho leitoras apaixonadas pela cultura do Japão e que se ainda não conhecem a revista, vão amar conhecer.

Quem se interessar pode acompanhar o instagram da revista aqui.

3 Comentários // Deixe o seu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *