10.11.16

Guest Post: Gorda no Pole Dance?

Quando a Kalli sugeriu que eu escrevesse para o Beleza Sem Tamanho sobre minha experiência com o Pole Dance eu fiquei super feliz, é com muito prazer que hoje conto para vocês a minha experiência como gorda no pole dance.

O pole é uma dança/esporte que, apesar de ter crescido bastante nos últimos tempos no Brasil, ainda não é tão comum e infelizmente carrega bastante preconceito pela ligação com stripper e erotismo em geral.
Não vou falar aqui sobre toda história do pole dance, primeiro porque eu nem sou a pessoa mais indicada para isso e depois, porque minha intenção aqui é outra, é falar um pouco sobre o meu histórico e mostrar para vocês que gorda pode fazer o que quiser, inclusive pole dance!

gorda-no-pole-dance-3

No ano passado eu estava buscando alguma atividade física diferente, pois estava há muito tempo parada. Queria fazer alguma luta ou dança (sempre amei dança!). Comecei indo para uma aula de boxe em uma academia e foi uma das piores experiências da minha vida. Sério. Eu saí de lá chorando, e nem foi por ter ‘apanhado’ na luta, foi simplesmente porque eu sentia que não pertencia, que estava sendo julgada o tempo todo, etc. Um pequeno adendo aqui para confessar a vocês que eu não sei pular corda. E o aquecimento era basicamente todo intercalando entre pular corda e fazer flexão. Eu falei que não conseguia pular corda e se eu poderia fazer outra coisa e pessoas riram. Eu fui completamente ignorada. Ficava tentando acompanhar algo que não conseguia, já me achando um lixo.. Enfim, sei que isso nada tem a ver com a atividade em si e sim com o lugar idiota que eu tive o dedinho podre de escolher. E isso tampouco tem a ver com o pole dance, eu sei. Estou falando sobre isso porque sei que muitas gordas evitam alguns esportes coletivos e ambientes do tipo por medo de passarem por situações assim ou do que as pessoas irão achar delas. Eu honestamente não ligo para isso, não me preocupo com esse ponto, mas nessa aula especificamente eu me senti super mal.
Passado um tempinho, lembrei que sempre achei pole dance MUITO legal, lindo demais, mas que parecia impossível. Resolvi procurar estúdios mesmo assim e encontrei algumas opções aqui no Rio de Janeiro. Uma das primeiras mensagens que enviei para o estúdio, depois de já ter combinado de ir à primeira aula, foi algo do tipo “só estou com medo porque tenho zero flexibilidade, força e preparo físico, mas estarei lá”. Acho que esse é justamente o primeiro “impasse” que as pessoas colocam quando pensam em fazer pole dance. Eles me responderam informando que não havia pré-requisitos, que todos começavam no ‘basicão’ e cada um vai evoluindo no seu tempo, trabalhando aos poucos os pontos necessários.

gorda-no-pole-dance-2

Isso foi em junho do ano passado. Na primeira aula, vi que seria bem difícil, mas não era impossível – só precisava ter paciência e não desistir. A cada aula eu estava mais apaixonada e conseguindo evoluir mesmo que aos pouquinhos. Queria reforçar aqui que durante esse tempo, é a única atividade que faço e apenas uma vez por semana, ou seja, as evoluções que tive, mesmo que devagar, são realmente apenas por conta das aulas! Quando digo evoluções, me refiro a conseguir fazer os movimentos. Muitas pessoas procuram o pole dance em busca de perda de peso – e aí acham que me refiro a isso como ‘evolução’ –, mas esse não foi um dos meus motivadores e nem algo que eu monitorei durante o período.

gorda-no-pole-dance-1

 

Inicio coreografado e depois cada uma por si 😂❤️

Um vídeo publicado por dreacosta (@dreacosta) em

Me pediram mais trechos da dancinha de ontem! Então juntei os vídeos do insta stories procês verem. 😍

Um vídeo publicado por dreacosta (@dreacosta) em

Sério, se vocês tem vontade, não tenham medo e experimentem! Tenho certeza que se eu consigo, todo mundo consegue! Terão dias muito ruins, nos quais você realmente não vai conseguir fazer a maioria das coisas – odeio quando isso acontece, mas acontece. Mas a maioria deles vai ser diferente, com certeza! Para mim, é muito motivador e libertador. Espero que para quem resolver dar uma chance, também seja! *__*

2 Comentários // Deixe o seu!

  • Henrique says:

    Parabéns, Lindona!!!!!

    Vc vai evoluir cada vez mais!!!!!!

    =)

  • Cristiana says:

    Tenho muita vontade. Mas tenho zero força nos braços. Só de levantar os braços no alongamento eu já fico com dor. Eu te admiro muito. E muitas outras mulheres vão terminar de ler e se sentirem melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *