fbpx
23.07.12

Dobras e curvas que me fazem ser ÚNICA E ESPECIAL!

Aconselhada por uma amiga resolvi escrever um pouco sobre minha vida. Eu fui uma criança gorda, uma adolescente gorda e hoje sou uma mulher gorda. Sou feliz com cada dobra, cada curva, cada buraquinho do meu corpo, porque ao contrario do que as pessoas pensam elas não são só fruto do quanto eu comi, são também fruto da minha historia.

Quando criança, fui instruída por meus pais a me aceitar mesmo que diferente das outras crianças. Eles me apoiavam não a ser gorda, mas a ser eu mesma dento da minha estrutura familiar e biológica e com isso aprendi a mais sábia das lições: a de reconhecer e respeitar tudo que é diferente.

Eu fui uma criança feliz brincava de rouba bandeira, queimada, elástico e boneca. Me movimentava muito. Chegava da escola, almoçava e ia direto pra rua. Brincava a tarde toda e nem por isso me tornei magra. Sempre me impus desde criança, os olhares de recriminação só me enchiam de força porque quando não acreditavam que eu podia por ser gorda eu mostrava que podia sim, bastava EU querer. Fui levando essa filosofia de vida e veio a adolescência. Descobri nessa época o quanto o ser humano pode ser cruel, mas descobri também o quanto EU era forte. Na escola além da simpática da turma e da legal, eu era a que topava todos os desafios, sempre provando que a gorda pode sim ter o papel da mocinha no teatro, dançar Rick Martin de saia de cetim verde limão na quadra da escola e dar um show!!! Foi aí que eu entendi que o ser diferente também é legal.

Nessa época passei por crises, claro, queria a saia curta da colega, a baby look do uniforme a calça justíssima da moda. Chorei, briguei, fiz todos os regimes: da lua, da sopa, do alface e água, academia ,dança e o máximo que conseguia era vestir 46. Meu Deus qual o problema comigo?

A resposta dessa pergunta veio da boca do meu pai: você não tem problema nenhum o único problema e não se aceitar você é linda é uma mulher grande só isso e pode ser feliz!! Sabe a saia curta compre ou faça a mesma só que no joelho, a blusa do colégio a transforme do seu gosto você só precisa de linha e agulha! Quanto à calça justa: adapte-a ao seu corpo. Seja você não igual às outras pessoas. Você nasceu para ser diferente e é exatamente isso que te faz tão especial. Em contrapartida minha mãe me apoiando e me ajudando a estar bem vestida saudável do jeito que eu sou GRANDE. Namorei, paquerei, dancei – fiz loucuras como todo adolescente. Entendi que as pessoas te tratam conforme a postura que você tem perante elas.

Eu sempre fui autoconfiante aprendi ser assim desde nova e sou assim até hoje. As pessoas que me olham muitas vezes e não conseguem me criticar, porque chego com minha diferença resolvida dentro de mim e isso ninguém pode me tirar. O dito “problema” visto pela sociedade hipócrita que impõe que todos precisam ser “robôs” iguais uns aos outros não consegue me atingir porque ele esta resolvido dentro de mim. E dentro de cada um que se precisa acreditar e entender que somos diferentes e isso que nos torna únicos e especiais. Quando isso estiver claro dentro de você vai se refletir em tudo nos olhar no movimento nas atitudes e algo natural sem cobranças ou críticas, você se torna VOCÊ!!

Hoje tenho 31 anos, curvas, dobras, celulite e estrias que contam cada parte da minha vida, assim como os hematomas lembram o tombo, a bicicleta, o carrinho de rolimã minhas curvas me lembram a superação do dito impossível para a menina gorda, a decepção dos amores que não as quiseram, a alegria dos momentos de diversão com os amigos, a pizza com os pretendentes, o bolo de aniversario dos 15 dos 18 anos, a sobremesa do domingo em família, o piquenique com os primos, as comidas mineiras nas férias na casa da vó no interior de Minas, as bolachas das raivas que meu irmão me fazia, a torta de sorvete que ele tanto adorava. Não tenho lembranças ruins minhas curvas me lembram o quanto me fez ser uma pessoa melhor ao me sentar na mesa e dividir com as pessoas que amo as experiências vividas.

Hoje no auge do meu manequim 54 me orgulho de ser a GRANDE mulher que sou. Sou amada, querida e resolvida porque dentro de mim tem um sentimento chamado respeito e que eu o uso todos os dias para comigo mesma. Olho para o espelho e vejo através dos meus olhos a grandeza do meu coração e a beleza da minha alma. Conselho dou sim: Se amem e se respeitem acima de tudo porque o importante e ser feliz!!!

                   Fernanda Ferreira

Neste domingo ao me deparar com esse texto no face, fiquei encantada e não resisti em pedir autorização para postar aqui. A Fernanda foi fofa e curtiu a idéia de dividir a sua história aqui no blog comigo e com vocês.

Abaixo uma galeria de fotos que provam o quanto a Beleza é sem Tamanho, e que existe sim lindas mulheres maiores que os padrões impostos pela mídia e também maior que o padrão imposto no Plus Size.

10 Comentários // Deixe o seu!

  • obrigada Kalli pelo carinho e o respeito quanto a minha historia. é muito bom ver aqui no seu cantinho as minhas fotos e as minhas palavras. beijos

  • Giselle says:

    Oi Fê,

    Vc continua linda como sempre desde os tempo do colégio.
    Sinto saudade da nossa amizade da época de estudantes.
    Quero que vc saiba que estou torcendo por vc e pedindo á DEUS todos os dias que vc continue essa estrela maravilhosa que é.
    Mil bjus da sua saldosa amiga Giselle.

  • Patricia oliveira says:

    Nossa amei esse seu “relato” q para mim mas pareceu um texto de auto ajuda para pessoas com auto-estima baixa e olha q eu conheço muitas viu,,,,Parabens vc é linda mesmo em todos os sentidos da palavra,,,,,e passe mais experiencias sua pra frente BJS

  • Luis Henrique says:

    Excelente texto Fernanda, parabéns pelo altruísmo e coragem em assumir-se em sua plenitude. Nenhuma palavra dita ou escrita aqui poderá valorizar o quanto sua postura diante da vida faz a diferença para que o mundo se torne um lugar melhor. Você está ajudando a construir um novo mundo, uma nova concepção de beleza. Obrigado por fazer do mundo um pouco mais humano e respeitável.

    • fernanda says:

      Luiz Henrique é exatamente essa a intenção mostrar que o mundo pode ser diferente sim. obrigada pelo apoio e carinho beijos

  • adoro ela, pena que ela desativou o blog… ela é linda.
    beijos

  • oi…
    passo para deixar um recadinho

    Atenção blogueiros de Juiz de Fora e demais interessados no fantástico mundo da blogosfera.

    Se preparem para o BlogCampJF (um evento voltado para os blogueiros de Juiz de Fora).

    Para ficarem informados é só curtir a página…

    http://www.facebook.com/blogcampjf

    bjo.

    Ana Virgínia
    filhadejose.blogspot.com

  • Depoimento lindo. Impossível ñ se emocionar. Amei sua ideia de compartilhar essa história com a gente. Relatos de vida e de auto-estima. Espero sua visitinha no meu tb!!! http://www.fofaefeliz.blogspot.com Mil bjs

  • Falar o que ,sem palavras,me emocionei,vc é linda minha amiga és o que és,te conheço e sei que merece ,amada parabéns não deixe que ninguém dessa face da terra apague, esse seu brilho que Deus te deu….
    Fico feliz,pela nobreza de cada amiga que fiz, como vc, a Kalli,Re,Keka,entre outras que admiro,não falei o nome de tdas mis saiba que tenho uma admiração e respeito,por isso que falo o quanto é importante ser uma criança,que a mãe apoia, e ser uma adolescente,me vi na sua história, pois mamãe e papai sempre ao meu lado,sei que duas de minhas irmãs não se aceitavam e minha mãe sempre do lado delas,ja fiz inumeros regimes,remedios e etc,percebi que quanto mais me cobrava era infeliz, hoje sabe que penso,quero ter uma alimentação saúdavel, me cobro hoje a felicidade…
    Pois sabe o que me importa é o que DEus pensa de mim e não o que os outros pensam,as vezes é dificil chegarmos
    a esse conceito mais é plena verdade…
    Obrigado meu Deus por essas pessoas que entraram em minha vida sou grata..
    Amada sempre conte comigo…
    Fiquem com Deus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *