Categoria: Ponto de Vista

17.10.16

Se tiver representatividade, eu vou elogiar!

Semana passada, a internet ficou em alvoroço com a notícia da Ju Romano na Playboy, por um lado, muita gente comemorando a representatividade e por outro, muita gente problematizando a situação, eu me incluo nas que comemoram mais essa conquista e é sobre isso que eu quero papear com vocês hoje.

Eu sei que vivemos em uma sociedade machista, onde a mulher é vista como objeto e que algumas mídias só reforçam isso, causando grandes danos sociais à imagem da mulher. Mas ainda assim, eu acho muito maravilhoso ver que as gordas estão ocupando esses espaços.

Sei que muita gente pensa, qual vantagem em ter o corpo gordo sexualizado? Para mim nenhuma, já que eu já sei o meu valor, independente do que a mídia diz. Mas para a sociedade no todo, isso é muito importante, já que milhares de mulheres se acham horríveis só por serem gordas, se consideram abomináveis e não dignas de serem vistas como uma mulher sensual.

Para essas mulheres, essa representatividade em meios “sensuais e sexuais” faz toda a diferença, ver um corpo semelhante tendo destaque como sexy na mídia é a certeza de que elas também podem ser lindas e sensuais. Por outro lado, os meninos começam a ter contato com corpos gordos e sensuais e param de temer assumir para os colegas que têm um relacionamento com uma menina gorda.

O que os homens pensam ou não pensam está bem distante de ser a prioridade da minha luta, mas se eles mudarem os paradigmas, teremos menos mulheres sofrendo com relacionamentos bostas, em que o mocinho tem vergonha delas. Então, por fim, é sim necessário que essa mudança ocorra e eu acredito que a imagem de mulheres gordas em revistas masculinas, propaganda de cerveja e até na divulgação do vídeo game é a naturalização da gorda como mulher bela e gostosa, assim como qualquer mulher.

E essa naturalização do corpo gordo não é o que buscamos? Então, baseado nisso, eu só vejo vantagens em termos mulheres gordas em todas as mídias.

Teve gorda na propaganda da Cerveja Budweiser

via GIPHY

Teve gordas em trailer do joguinho Mobile Strike

 

E na semana que vem teremos a Ju Romano na Playboy!

gorda-na-playboy

Vocês podem até achar que isso tudo só alimenta fetichistas, mas eu preciso lembrar vocês que fetichistas não precisam disso para se alimentarem, eles sabem muito bem onde encontrar mulheres gordas sensuais, já a nossa sociedade que prega um só padrão de beleza, precisa.

Sei que essa é apenas a minha opinião e respeito quem pensa diferente de mim, mas convido vocês a pensarem um pouco nas mulheres que ainda não possuem nenhum contato com o gordativismo, e compreenderem, que para elas, essa representatividade pode fazer toda a diferença.

27.04.15

Gorda Não Tem Querer? Oi?!

megafone

 

Já reparou como algumas pessoas nos tratam como se tivéssemos feito um juramento universal das gordinhas? Sério! Estava deitada na cama pensando em milhões de coisas e tive alguns flashes de situações assim. Às vezes eu paro e fico rindo sozinha da loucura alheia….

Na cabeça de muitos por aí funciona assim:

gordinha cenoura

1. Toda gordinha está fazendo dieta

Essa então, parece nossa maior obrigação, estar sempre com fome, comendo folhas e fazendo dieta. Somos vigiadas o tempo todo, se comemos em público ou decidimos fazer um lanchinho no meio da tarde, surge a Polícia das Calorias! E mesmo que você decida fazer uma boa ação e lavar a louça que outros usaram para comer, vai surgir alguém para falar: Nossa você só come hein! Isso aconteceu comigo rsrsrs….Acho que as pessoas esquecem que comer não é privilégio de magro, é uma necessidade de todo ser humano oras! Se escolho um prato light mas peço sobremesa, vem a ladainha: – ué, mas você não está de dieta?

É engraçado ser o centro das atenções e ser cobrada o tempo todo, parece até que tenho vários maridos e esposas ciumentas que ficam me regulando o tempo todo. É muito amor!

 

gordinha carente

2. Toda gordinha é obrigada a ficar com qualquer um que estiver interessado nela, se for bonito então, será crime não ficar.

Oi? Quer dizer, você é gorda e então você é carente e desesperada? E não pode escolher, se dar ao luxo de não querer ficar com alguém porque não é o melhor para você ou  porque você simplesmente não quer. Você é sempre obrigada a agir de acordo com o que a sociedade espera de você. Desde que eu nasci eu não me importo com a sociedade, não vai ser agora que vou me importar e tem mais, não é porque sou obesa que necessariamente  sou carente e por isso devo me contentar com qualquer coisa, migalha que me jogam. Eu hein! O que parece não faltar por aí é homem querendo se envolver com gordinhas, mas, relacionamento mesmo eles não querem. Depois reclamam das gordinhas, que nos achamos demais, somos metidas…meu amor, nós nos valorizamos, o que é bem diferente de ter uma postura vazia e afetada sem motivo algum. E não é porque sou gorda que devo me contentar apenas em me envolver com o primeiro que aparece tentando me iludir despejando palavras vazias, pois isto com certeza não é o melhor que posso conseguir, o que eu mereço, não é mesmo! Mas infelizmente muitas por aí pensam assim e se sujeitam a se envolver com carinhas que tem namorada, esposa, noiva, mas, mesmo assim querem se envolver com outras gordinhas enquanto mantêm o relacionamento sério deles. Eles miram nas inseguras e desesperadas ao ponto de se meterem nessa roubada, e nisso muitas acabam em relacionamentos superficiais destrutivos que abalam a já frágil auto estima delas e despacha qualquer sombra de auto confiança pro espaço.

gordinha glutona

3. Toda gordinha é gulosa, glutona

Pode ser implicância minha, mas eu juro que quando estou em algum lugar e passa alguém vendendo guloseimas ou servindo comida, vão logo para minha frente, como se tivessem certeza de que vou comprar ou consumir o que estão oferecendo e as pessoas à minha volta ficam olhando para mim e para quem está com os chocolates, comida, o que for…no trem aqui no Rio isso é diário, eu chego a fechar os olhos porque fico com as bochechas vermelhas de vergonha com um monte de gente me olhando. Aí se um dia você decide comprar ou consumir você ouve: – Vai levar só um?- Tá, tudo bem, pode ser até técnica de venda, mas sei não…..Em uma festa o garçom depois de servir a galera toda, vira pra mim na frente de todo mundo e fala todo fofo, pode pegar mais se você quiser, não precisa ter vergonha não. Eu parei, sorri e pensei, vou perguntar se ele é feeder, mas achei melhor não, vai que ele acha que tô dando em cima, vai ficar me entupindo de comida a festa toda. Aí respondi simplesmente, não obrigada.

casal gordinho

4. Toda gordinha é solteira e está dando sopa para qualquer um que se interesse

É engraçado demais quando sabem que estamos namorando, parece até um furo de reportagem, a cara das pessoas quando você menciona seu namoro, aí ficam querendo saber como é seu namorado, há quanto tempo estão juntos, se ele já te conheceu gorda, se vocês são felizes, etc…Aí você responde, meu namorado me conheceu  com esse corpo mesmo e ele me acha linda e me ama exatamente como eu sou. Somos felizes e ele me assume, sim andamos de mãos dadas, ele demonstra carinho em público, eu conheço a família dele, já conheci os amigos, ele faz de tudo para me mimar, valorizar, deixar feliz e me fazer sentir realizada, segura e amada. Aí vem a curiosidade insana, perguntam se ele é bonito ou bizarro….kkkkk….Aí você responde:  Eu sou dele e ele é meu, isso é que importa! E para mim, ele sempre será o mais lindo, mais perfeito e completo de todos. Eu não mudaria nada nele! Aí matamos todas de inveja! kkkkk

E se for solteira, se um  morador de rua gostar de você, como você é gorda, deve aceitar porque não vai achar mais ninguém interessado…Ah faça-me o favor né!? Eu sou linda, obesa, segura e mereço ser amada como qualquer outra mulher!! E me amar  não é caridade ou favor, me amar e ser amado por mim é um privilégio para poucos mesmo! E até mesmo passar um instante comigo não é para qualquer aficionado por gordinhas que só quer usar as fofas e descartar. Pode soar meio arrogante, mas não sou arrogante, eu simplesmente sei exatamente o que quero, o que posso ter, o que posso proporcionar…

queen
Vida Longa

Beijos Queen Size,

Claudia GorDivah

13.04.15

O rosto é de príncipe. O papo é de Sapo! E agora?

Ah cara amiga, você estuda, trabalha, lê bons livros, assiste telejornal…
Enfim, como uma boa mulher moderna você está sempre antenada ao que acontece ao redor do mundo e claro tem todas as informações que precisa para arrasar em um bom papo com, quem sabe, um futuro gatinho que irá conhecer, afinal de contas, na sua roda de amigos todos são intelectuais e ser um cara antenado é fundamental para fazer se apaixonar.
Então, em uma noite de verão qualquer você esta lá, linda e bela pensando na vida e o encontro acontece, como você imaginou,todos os passos para que um lindo encontro aconteça ocorreram na mais perfeita ordem, você se olharam por cinco segundos, ele sorriu, você mexeu no cabelo e ai está! Ele veio falar com você!
Ebaaaaaa!

O papo é de Sapo

Você rapidamente se lembra daquelas conversas maravilhosas sobre música, teatro, economia e etc, tudo em uma fração de segundo, o gatinho esta vindo e então??

– E ai gata, tu malha?
“Desafio do balde de gelo mode: on!”
E ai você pensa, respira fundo garota, ele só está sem assunto, faz uma tirada maravilhosa e quebra esse gelo, quase que literalmente né?
-Não querido, estou meio sem tempo agora. Mas e ai? Você trabalha, ( ai diz que sim), estuda( pelo menos isso)…
– Ah gata, tenho tempo pra “estudo” não. Só rola uns bicos mesmo. Po, tu “divia” malhar, hoje eu malhei tríceps, costas…
( Senhor, onde está aquele povo que faz barraco na balada quando eu preciso de um????????)
A noite não acaba, o barraco não começa e o papo não rende!
Ele fica lá, falando sobre o “corpo humano” inteiro e você com aquela cara de pastel, pensando como sua cama deve estar boa ou em como estaria melhor se tivesse ido para a Yoga com a sua amiga do trabalho ao invés da balada!
Mas enfim, finalmente suas amigas chamam para ir embora e você se despede do “gatinho”, mas, como um passe de mágica vocês trocam telefone, ou melhor, “zap zap”.
Por que meu Deus?? Por queeeeeeeeeeeeê?
Ninguém sabe bem o motivo dessa doideira, mas fato é que fazemos umas coisas dessas de vez em quando!
Ai a noite acabou você esta em duvida se o saldo foi negativo ou positivo, mas a única coisa que passa na sua cabeça agora é a imagem da sua cama fofinha….
O outro dia chegou……
“Zap zap” toca. Senhor é o cara da balada de ontem, e mesmo com a ressaca moral e física rolando a solta, você resolve ser simpática com o carinha.
E muito complicado se livrar de um cara, por mais chato que ele seja, depois que o glamur da balada acaba! O tempo vai passando, você vai se envolvendo, percebe que fisicamente o carinha e lindo e tals. Mas não da para conversar mais que meia hora com ele!
A saída? Bancar a mulher suuuper moderna e basear o relacionamento (sim querida, você não admite, mas as suas amigas já o chamam de seu namorado) em sexo.
Se você já tentou fazer isso irá concordar comigo agora, isso não funciona na vida real. Só em sitcom americana ou filme de comédia romântica.
Mas e ai? O que eu faço agora?
Parece muito lógico mandar o cara passear, mas muitas vezes se livrar de uma coisa que você consideram ruim pode ser bem mais difícil que parece. Em relacionamentos então a dificuldade é dobrada.
Agora se pergunte: Vale a pena carregar esse fardo?
NÃO! E um não bem grande para que você não se esqueça!
Relacionamentos são feitos a dois, e se apenas um está feliz, algo ta errado! E muito errado!
Esse erro certamente irá levar a quem não está tão feliz assim a um martírio enorme, um vulcão de sensações e ao questionamento diário do que esta fazendo da sua vida, que o tempo ta passando e que você não deveria esta ali.
Dar o primeiro passo e crucial mas é muito mais difícil fazer do que falar. E carregar esse fardo nas costas? É fácil? Já parou para pensar se é melhor abrir mão ou continuar carregando algo que não te faz feliz? Sim, não? E ai?
Quero ouvir a opinião de vocês!

291945_289303151099144_1272498350_n

 

Camila Duarte

 

31.03.15

Pode Me Chamar de ENORME, IMENSA, OBESA…Só Não Esqueça do MARAVILHOSA!!!

Engraçado como nossa mente funciona, estava lembrando de uma pessoa que quase morreu por causa de um coágulo no cérebro, ficou meses entre a vida e a morte e quando me reencontrou berrou:

– Nossa você está ENORME. – em pleno mercado, kkkkk…..eu já chamo atenção naturalmente, mas naquele dia TODO MUNDO em volta ficou me encarando, mas eu, sempre pensando nos outros antes de mim, com dó do estado dela, ainda em recuperação, relevei e simplesmente perguntei docemente com um sorriso: – E você como está? Fico feliz com sua recuperação, tenha um bom dia.

Obesa Bottero

Será que as pessoas não conseguem pensar um pouquinho antes de falar não? Ou lembrar que gordo também tem sentimento? Não é porque sou gorda que obrigatoriamente terei estrutura para aturar falta de tato alheio…as pessoas não tem a mínima consideração, nem noção de peso, volume, educação, respeito….A verdade é que o mundo ainda não se acostumou com os obesos.  Hoje mesmo ao marcar um exame a atendente perguntou meu peso e quando eu falei, ela disse: – Não, Senhora, eu estou perguntando seu peso, não a sua altura….juro que minha vontade foi gargalhar muito, se eu não estivesse sentindo tanta dor, teria rido muito….eu respondi: – Mas esse é meu peso….acho que ela se confundiu porque eu falei os dígitos individualmente para que as pessoas a minha volta não prestassem muita atenção no que eu estava falando…

Em coisas simples vemos isso, por exemplo, já viu alguém lembrar de verificar as medidas da blusa dos gordos da equipe quando rola alguma campanha ou distribuição de camisas promocionais, de brinde, ou coisa similar na empresa? Os magrelos sem noção acham que todo gordo veste GG! E vamos combinar né, os fabricantes de camisa só fabricam pensando nos gordinhos baixinhos e sem peito! Eu não sou muito alta, tenho 1,68, meu peso tem 3 dígitos e sempre me sinto como uma criança que herdou a blusa de alguém magro e baixinho, mesmo usando a técnica obesa universal de alargamento de blusa com joelhos….fica curta e esgarçada no busto, sempre! Eu odeio quando tenho que usar essas blusas em algum evento ou campanha, é simplesmente um horror pra mim!

Nesses momentos, mais do que nunca vejo que de fato o mundo é pequeno demais pra mim sabe? Fazer o que? Sou muito grande mesmo, tenho de quadril quase a altura da minha mãe, ainda bem que ela é baixinha. E levei um tempinho para aceitar isso, sabe? Até que vi uma foto minha de costas, tirada em um evento plus size e demorei para me reconhecer por causa do quadril…não sabia que eu tinha tantas polegadas rssss….busto então, melhor nem mencionar….mas quer saber uma coisa?  Cada polegada, centímetro meu um dia fará um sortudo mais feliz do que ele jamais foi! E não me envergonho ou escondo, até porque, eu, uma pessoa de PORTE, não conseguiria me esconder, nem se eu quisesse.

Então, pode me chamar de ENORME, OBESA, falar que sou MUITO GRANDE…eu sou mesmo!! Tenho coxas que mais parecem um pernilzinho, barriga fofa como travesseiro, bumbum que vive derrubando as coisas de mesas e prateleiras quando passo com descuido em lugares estreitos e um belo e macio colo queen size…E quer saber? Não me envergonho nadica de nada disso!!! Não sou menos mulher, menos capaz de fazer um homem feliz ao meu lado por ser assim linda do jeitinho que sou, pelo contrário, eu sei muito bem quem eu sou e o quanto eu posso fazer alguém feliz e realizado ao meu lado, portanto, se você é insegura com suas 3 celulites em cada coxa e 2 em cada banda da sua região glútea não venha querer se comparar comigo, minha querida, pois não é a minha celulite que define minha autoestima, meu amor próprio, minha segurança e autoconfiança. Mas, a mulher maravilhosa que sei que sou e admiro quando olho no espelho.

Nem Botero poderia me fazer melhor!

 

Beijos Queen Size,

Claudia GorDivah

31.03.15

Faculdade a Distância? Eu faço e indico!

Mesmo com o mundo estando totalmente digital ainda existem receio e preconceito, em relação ao fato de quem se forma em uma graduação através de um curso a distância.
Ontem enquanto eu realizava um trabalho de Matemática Financeira, questionei na fanpage se gostariam de saber mais sobre essa modalidade e a minha experiência, como eu tenho as leitoras mais fofas do mundo foram todas receptivas e por isso estou trazendo o tema para o blog.
Como muitos sabem eu moro super no interior, para fazer uma faculdade na cidade mais próxima leva-se 7/8hs diárias ao contrário das comuns 4hs que todo mundo gasta, mas além do tempo vai uma grana grande e por esses motivos e também pelo fato de que eu custei, a saber, o que eu queria ser quando crescer haha, ter todo este desgaste sem saber se era o curso “ideal” nunca me animou a encarar, vale lembrar que vim de Escola Pública e passar na Federal não estava no meu raio de alcance. E os gastos de custear uma faculdade particular e o translado estavam bem fora da minha realidade.

faculdade-a-distancia
Muita gente desinformada acha que cursos a distância são mais fracos ou simplesmente para dar diplomas sem capacitar, mas felizmente esta não é a realidade. Para se graduar a distancia é preciso muitaaa persistência e foco, assim como é para trabalhar em casa, não é por estar no meu computador que posso ficar o tempo todo lendo notícias de famosos, tem hora que é preciso estudar, assim como, tem hora que é preciso focar apenas no trabalho.
Em 2010 eu inicie a licenciatura em História através da UFV, era uma matéria que eu amava, mas ao chegar na graduação eu vi que não amava tanto hahaha. Além disso, a faculdade era muito relapsa as reinvindicações dos alunos e ainda cortou aulas presenciais, depois de tentar de todas as formas e chegar a fazer contato com a Ouvidoria e nada conseguir melhorar, eu que não sou uma árvore dei tchau a esta “oportunidade” no quarto período, exatamente em outubro de 2012.

logocead-01
Já em novembro de 2012 prestei um novo vestibular, desta vez eu iniciei o bacharelado em Administração Pública através da UFJF e aí sim eu me senti totalmente incluída na faculdade, sem distinção de alunos presenciais ou a distância, com material de apoio e toda uma equipe focada em nos fazer abrir os horizontes e nos formarmos profissionais capacitados.
Embora afastada atualmente, eu sou funcionária pública e o curso engloba a realidade do cotidiano do serviço público e toda a parte gerencial que pode ser usada em todos os setores, inclusive na nossa vida pessoal. Eu sempre desconfiei que eu tivesse uma tendência para a Administração, e meu único arrependimento é não ter começado antes.
Sei que possivelmente a maioria de vocês já tenham graduação, ou já estejam cursando, mas o meu post é dedicado principalmente a todos que ainda não tiveram a oportunidade de se graduar, seja por qual motivo for, minha dica é que você fiquem atentos aos vestibulares a distância das faculdades federais onde é possível conseguir se graduar sem pagar nenhuma mensalidade, mas ainda existe diversas instituições privadas que oferecem uma infinidade de cursos com mensalidade acessíveis.
Não percam mais tempo esperando o momento perfeito para estudar, aproveite as facilidades da Educação a Distancia e transforme o momento atual no perfeito. Você vai ter vontade de desistir, vai querer quebrar o computador haha, mas não desista! É possível conseguir uma boa graduação, que vai te abrir portas e mudar muito sua visão de mundo.
Sei que ter faculdade não é sinônimo de bom emprego, mas sem ela fica ainda mais difícil e é por isso que aconselho todos vocês a buscarem uma graduação. Seja qual for a idade de vocês e as dificuldades, vocês só precisam querer.
O post já ficou mega extenso e vou parando por aqui. Quem tiver qualquer dúvida, pode deixar nos comentários que vamos conversando. Ah, e quem já teve experiência com EAD e quiser contar também para a gente será ótimo ver outras opiniões. <3