Categoria: Ponto de Vista

04.03.10

LOUCURA

Loucuras, Loucuras, Loucuras…
O que eu já fiz pela beleza!
Já me impedi de sentar a mesa,
Já senti vergonha das minhas curvas!
Loucuras, Loucuras, Loucuras…
Hoje eu me sinto melhor
E todas essas dietas,
Sei de cor!
No entanto, tenho muito mais na cabeça
Agora, tenho mais que certeza!
Loucuras, Loucuras, Loucuras…
Já comi semana inteira, só alface
também já comprimi a face
Pra ver como era a magreza!
Loucuras, Loucuras, Loucuras…
No entanto, tenho muito mais na cabeça
Agora, tenho mais que certeza!
Que eu sou muito mais bonita
Do que seu padrão me faria!
Eu tenho muito mais presença…
Me odiar, me esconder, me prender
Isso foi há muito tempo atrás!
Loucuras, Loucuras, Loucuras…
Ser infeliz por uma opinião absurda
É coisa que não faço jamais!

01.03.10

O novos palavrões do politicamente correto

Primeiro foi a “palavra com N”. Negro. A mim não soa nada mal. É igual a branco. Diversidade. Não pretendo substituí-la por “afrodescendente”. Mas nos Estados Unidos, país onde o politicamente correto atingiu níveis absurdos, já há algum tempo não se pode falar tal coisa. “The N Word, nunca”, explicava Oprha Winfrey num programa que vi ano passado. Foi quando eu descobri essa história, que não me saiu mais da cabeça. Pois ontem li um artigo no site americano The Huffington Post dizendo que agora é a palavra “gordo” que está proibida.

Compreendo que, nos dias de hoje, como este é um dos sete pecados modernos, a palavra pode soar mesmo como xingamento. A gordura é vista por muita gente como falha de caráter. Mas daí a banir o termo de nosso vocabulário é ridículo.

“Nós podemos falar sobre dietas e exercícios, e sobre o sucesso das modelos de tamanho GG – constantemente – mas não podemos mais usar a palavra GORDO como adjetivo. A não ser, é claro, que estejamos nos referindo a nós mesmos”, diz a articulista Vicki Iovine.

“Você mexeu com o sedentário processador de comida errado!”, brincou Kevin Smith em seu twitter semana passada. Há 15 dias, o ator e diretor americano foi expulso de um voo da Southern Airlines por ser…gordo. Muito gordo. Smith tem o costume de comprar dois assentos, mas desta vez conseguiu passagem num horário anterior e ficou com uma cadeira só. Foi expulso. Ganhou uma pequena indenização e, como é comediante, assunto para novas piadas.

Iovine diz, com propriedade, que ao expulsar uma palavra de nosso vocabulário, corremos o risco de abafar o assunto. E a epidemia atual de gordura, obesidade, é tão perigosa para nós quanto o aquecimento global. Do jeito que a coisa vai, seremos a última geração que vai viver mais do que a anterior. “Nossas crianças estão morrendo e nós estamos tentando ser politicamente corretos. Isso não está certo”, afirma. O pior é que isso pega. Outro dia pensei mil vezes antes de escrever a palavra “pobre” em um texto. Menos favorecidos? População carente? Necessitados?

Na televisão, qualquer Big Brother grita “c….” dez vezes seguidas em horário nobre. Já se pode dizer “m…” em qualquer novela. Agora os palavrões são outros. Daqui a pouco não poderemos dizer que alguém é feio. A pessoa terá apenas “falhas de design divino”. Estou esperando a hora em que ninguém poderá dizer que eu sou loura – talvez porque alguma loura possa pensar que estar sendo xingada de burra. Ou talvez algum dia eu não possa mais dizer que sou mulher – porque haverá alguém ache que isso significa uma ofensa à diversidade sexual.

Brincadeiras à parte, isso tudo é um horror. Antes que passemos a usar as palavras apenas citando as iniciais, vamos pensar que importa mais do que se faz, de fato, do que o que se diz.

Por Martha Mendonça do blog Mulher 7×7
http://colunas.epoca.globo.com/mulher7por7

16.02.10

Jesus não gosta de Gordinhos?

Vocês já viram o vídeo do Guilherme Zaiden que imita um pastor que diz que Jesus não gosta de gordinhos não, e que o portão do ceú tem só 40cm hehe eu me acabooo de rir acho super engraçado e talz afinal é um vídeo de comédia.

Porém hoje me deparo com isto
Como senão bastasse no Twitter no site dela também esta o mesmo ponto de vista.
Vai ser uma sessão de cura e milagres jamais vista!! Homossexuais, travestis, prostitutas, pessoas obesas, TODOS SAIRÃO curados e ungidos!! Aleluia!!!

http://www.cleycianne.com/2010/02/missao-evangelica-de-carnaval-balada.html
Então amigas que estão ai se matando em dietas não SOFRA mais encontre o Jesus da Irmã Cleycianne e fique BONITA e INTELIGENTE como ela.
Quando eu digo que o mundo meu aceita melhor que os evangélicos as pessoas acham que estou blefando, mais infelizmente muitas pessoas de JESUS sentam em seus rabos e apontam os outros, e ainda usam o nome de Deus para isso.
Então fica um pedido hoje na hora de sua orações, orem vocês também para Deus realmente operar na vida da Irmã Cleycianne para que ela pare de se auto promover com o nome dele e ainda por cima nos julgando.
Update 17-02

Pessoal, eu não sabia que a Cleycianne era fake, e sobre o calor do álcool [era carnaval], eu não busquei direito e acabei errando aqui … mesmo sendo um Gay zoando os evangélicos ele poderia se contentar em zoar só eles né? Porque ao menos eu não tenho nada com isso 🙂
Perdão o momento revolta desnecessária.
12.02.10

SER OU NÃO SER PLUS SIZE

Eu não sou fã de causar polêmica, mas não posso compactuar com o erro só para participar do senso comum.

Percebi isso no texto sobre a decepção com Fabiana Karla. 
A discussão de hoje, surgiu devido a um comentário no próprio post e me pareceu mais óbvia agora, com a notícia de que a Doutora Elenita será convidada a posar nua para a revista Playboy.
 
Um anônimo me deu a dica:
“Gostaria de Frizar que o mundo Plus Size não esta a procura de mulheres obesas, gordas, e sim atras de pessoas que são fortes e se amam do geito que é.”

Até agora, coço minha cabeça, me perguntando: porque então esta fatia do mercado se chama PLUS SIZE, que traduzido literalmente seria MAIS TAMANHO, se tudo é uma questão de personalidade!?! Então qualquer pessoa bem resolvida, magra ou gorda é do “mundo plus size“? E um procedimento complicado como uma lipoaspiração, é sinal de auto-aceitação!?!

Eu me animei sim, com a notícia da revista masculina convidar a moça a fazer um ensaio, porque ela é uma mulher inteligente, entre tantas outras vazias, que também participaram, mas daí, a moça ser PLUS SIZE como vem sendo falado!?!

A sensação que tenho é que o movimento está ganhando força, mas perdendo a verdade. 
Um leve sobrepeso de uma mulher de manequim 46, não é Plus Size, é bem normal. 
Nos EUA, país que deu origem ao Fat Pride, uma das maiores lojas dedicadas a esse mercado, a Torrid, não tem manequim menor que 48!
É com base nesses fatos que afirmo, Elenita não é Plus Size e Fabiana Karla com lipoaspiração também não. Obviamente que ambas não fazem parte do grupo das beldades magérrimas, mas são mulheres normais, sem querer afirmar que por serem assim não tem seus encantos, seus defeitos e não sofrem preconceito. 

No entanto, plus size, sinto muito amigas, mas elas precisariam de uns quilos a mais.


PS: Existe diferença entre SER PLUS SIZE [do post] e APOIAR A CAUSA PLUS SIZE, que pode ser feita por qualquer pessoa de qualquer peso…

09.02.10

Preconceito – Virtual

Adivinhem qual dessas garotas não vai pular?

Essa é a pergunta para a foto, a primeira vista vocês já devem imaginar o que vem em seguida não é mesmo?
Então ai está a Gorda não pulou !

Ou pulou mais rápido e já esta pronta para pular denovo( mas vamos descartar essa opção porque ninguém tem provas não é mesmo).
Vi essas imagens em um blog(um amigo me indicou), porém já o visito sempre tem umas coisas “engraçadas” ou melhor Tensas como eles definem.
Ai me vem na cabeça o questionamento para que isso?
Porque agredir aos Gordos assim?
Se tão superiores porque não colocam uma foto de um negro debochando? Ah porque os negros não pode eles já conseguiram seus direitos.
Então meninas se mais alguém ver uma “bobeira” desta tentando acabar com sua Auto estima, lembre-se atos assim são motivados por pessoas que precisam parecer melhor que as outras e não valem a Deprê de ninguém nem de uma GORDA.