Categoria: Gorda

23.07.10

Photoshop: É legal quando o efeito é Real

Editar fotos é algo tão comum nos dias de hoje, que se tornoua impossível que isso não seja feito em fotos publicitárias, porém quem trabalha com isso anda exagerando e tirando a REAL BELEZA das pessoas.

As Mari do TPM Moderna fez um post bem legal sobre isso não deixem de conferir.
Hoje me deparei com um vídeo gravado durante a sessão de fotos que a Crystal Renn fez para a campanha Fashion for Passion.

Olhem bem essas fotos, a edição foi super exagerada.

A modelo modelo disse que quando as viu ficou cinco minutos olhando de boca aberta, muda.
E ainda declarou: “eu não sei o que foi feito com essas fotos, nem quem fez isso. Mas elas parecem retocadas pra mim.” E completou: “Todo mundo retoca. Mas não me façam parecer uma coisa que não sou.”





Infelizmente as modelos Plus muitas vezes são reduzidas no photoshop para serem mais aceitas na mídia, isso acontece muito por aqui também, o que é uma pena pois seria bem mais justo e interessante levantarmos a bandeira de que podemos ser feliz mesmo sendo Gordas, sem tantos retoques que tiram a Beleza e a Naturalidade das fotos.
21.07.10

A Gordura como Escape

Sabe aquele show que era tudo e que você estava “doido (a)” para ir?

Sabe aquele curso que você tava muito afim de fazer?

Sabe aquele barzinho frequentadíssimo que todos os amigos vão e vivem te chamando?

E aquele gato ou gata que você vive olhando de longe bem escondidinho.

Exatamente, bem escondidinho, para ninguém te ver. A desculpinha esta sempre ali na ponta da língua. Eu não vou estou muito GORDA (O).

Não vou ao show porque sou gorda (o), não faço o curso porque sou gorda (o), sair para um lugar badalado? Imaginem, sou GORDAAA (OOOOO).

Namorar, jamais, sou GORDA (O).

A maioria dos gordinhos bem resolvidos, devem estar pensando, eu não faço isso, vou a todos os lugares e faço tudo que sempre sonhei. ÓTIMO.

Mas existem sim, aqueles em que a gordura vira a fonte da vida, isso mesmo, o mundo gira em torno da capa espessa que protege do exterior, com se estivesse ibernando, num lugar bem quentinho e confortável, não tendo que enfrentar os leões lá fora.

Quando encontramos pessoas nesse estágio não imaginos o quanto a gordura é tão importante em suas vidas e como essa é regida por aquela, queremos logo dar um palpite para o gordinho emagrecer. Mas quem disse que ele quer isso?

A gordura vira então, uma aliada para se privar de muitas coisas. Claro, tudo tem um preço e o preço de todo esse “conforto adiposo” é não vivenciar as coisas boas.

Mas, como tudo sempre tem um preço, alguns gordinhos preferem viver assim.

Contudo a realidade é um pouco mais cruel, do que a simples aceitação, de que EU SOU ASSIM E PRONTO. Lá naquele fundinho, a maioria gostaria de viver, viver bem, mas o medo de se desvincular da “proteção” é muito grande.

Ai, a coisa pega, pois começa o sofrimento e o conflito, “quero viver outras coisas”.

Dois caminhos ela vai ter para optar. O primeiro é se aceitar e fazer sim tudo que deseja sem a proteção, o segundo é identificar o que lhe faz mau e resolver efetivamente mudar o estilo de vida e se desvincular da falsa “proteção.”

Fácil? Não, não, muito difícil ter que se desfazer de um custume, um aconchêgo e um alento, mas também é muito difícil viver sem viver.

A gordura não pode se tornar uma arma psiquica, é preciso baixar as defesas, enfrentar os medos e seguir o caminho que lhe faz sentir melhor.

Pense nisso.

Renata Menezes
20.07.10

O Príncipe, que não era o meu Príncipe

Eu o conhecia de vista. Mas nunca tinha parado exatamente para conversar com ele. Em agosto passado, durante a organização de uma festa, dei um abraço nele descompromissado porque ele tinha trazido os pratos para almoçarmos… Preparar uma festa não é fácil!!! Naquela ocasião, estava triste porque tinha dois dias que o meu avô tinha falecido, mas a vida não pode parar, não?

Ele sentou do meu lado e começou a conversar comigo, visto que eu estava cabisbaixa devido a situação que eu estava passando, senti um leve encanto pela criança, até descobrir a sua idade: 20 anos. Confesso que eu surtei… “um guri de 20 anos e tãooooo príncipe.”

Nos encontramos no dia seguinte, no outro, no outro…. o carinho, o jeito, tudo caminhava para que pudesse acontecer alguma coisa. Ligações de dia, noite, torpedos, cinema no shopping, frozen iogurte na boca. O que estava faltando para acontecer o que parecia inevitável? A vontade dele, porque a minha já existia!!! E aumentou mais ainda, quando ele largou tudo que tinha para fazer no dia do falecimento da minha mãe, só para ficar do meu lado.

Um dia, conversando com um amigo nosso em comum via msn, disse que iria se encontrar com ele para os dois conversarem sobre algumas coisas… depois eu soube, que eles falaram sobre mim. Fiquei chocada. De início, esse amigo não quis me contar, porém, aos poucos, ele foi soltando o teor da conversa. Como sempre aquela coisa né? “Ahhh, ela é bonita, mas não fico com ela porque ela é gorda!” Fiquei chocada, estupefata com a situação, a minha reação, foi só chorar, minha auto-estima foi pro pé!

Consegui me manter firme, continuei com a amizade que existia entre nós… até que um dia, eu tive a coragem de perguntar se o que ele havia dito era verdade, ele desviou o olhar e, pra mim, desvio de olhar é sentença!!! Aos poucos, fui me afastando, afastando… até falarmos só o essencial. Hoje, o príncipe virou um sapo e está namorando uma menina magra.

A Carol me contou por alto esta história e hoje compartilha também com todos vocês, afinal quem de nós nunca esteve em uma situação assim?

15.07.10

O Preconceito que é Engraçado

Venho compartilhar com vocês a PIADINHA que Maurício Ricardo
colocou em seu site.

Olha a gordinha ali nos detaques ( cliquem para ver as imagens maiores)

Alguém me explica o porquê de um cara super inteligente super articulado fazer piada com um corpo igual ao meu?

Eu não vejo graça nisso e acho que está passando da hora da gente deixar bem claro que não gostamos dessa idéia de parecer engraçado quando somos ridicularizados.
Sei que a imagem veio de um leitor, mais a piada ficou por conta do próprio engraçadíssimo(quase sempre) Maurício Ricardo.
Será que querer RESPEITO é pedir demais? Até quando vamos ter que ver isso?
A Globo faz campanha contra o bullying e paga uma fortuna ao chargista/piadiasta [sei lá mais o que] que promove o preconceito em seu site.
Acho isso muita #INCOERÊNCIA.

Gordos não são PALHAÇOS,
espero confiante o dia em que essa sociedade Hipócrita,
vai começar a punir quem acha legal rir de alguém um pouco diferente.
PS: Obrigadinha a @carolbutter que me mostrou ontem o link.

05.07.10

Poesia sobre Gordinhas

Sou feita de gostosura
Sou absoluta e senhora de mim!
Não aceito criticas,
Conceitos tolos
Ou qualquer outra coisa assim!

Não nasci pra ser rotulada,
Muito menos pra te agradar!
Não to nem aí pra quem fizer cara feia
Ou querer me questionar!

Fora das medidas
estão as pessoas mesquinhas
que nasceram pra criticar!
Eu vou vivendo a minha vida
E nada vai me derrubar!

Sou gordinha sim,
Aprendi a conviver bem com isso.
Afinal, não tenho pacto com a magreza
E com a fome, nenhum compromisso!

Além do mais,
minha auto-estima vai além da balança!
Meu poder de sedução não está no meu peso
Mas na minha confiança!

E se querem saber,
Quem me julga é quem se incomoda comigo!
Ocupa-se de seu tempo a criticar-me
A cuidar do próprio umbigo!

Me amo da cabeça aos pés
É inevitável que eu cause rebuliço!
E se acaso morrer de amores por mim,
Não foi por falta de aviso!

Mel Glitter
Recebi por e-mail de um amigo e leitor do blog e trouxe para dividr com vocês, espero que gostem 🙂