Categoria: Comportamento

07.06.11

Dicas para as Solteiras sobreviverem ao Dia dos Namorados

Por onde você ande, para onde você olhe o tema é Dia dos Namorados.

Esse assunto não devia pertencer somente a quem namora?

Mas não esse assunto toma conta do pedaço e sobra para nós SOLTEIRAS[sim o preconceito é imenso com a mulherada] ter que explicar nosso estado SOLO.
 
Para você amiga leitora que lê váriosss blogs já percebeu que o assunto de 10 entre 10 é o que dar de presente nesse dia ou o que fazer não é mesmo? [inclusive eu também já dei dicas, e posso vir a dar outras, afinal tem muita gente que Namora e quer essas dicas.]
Hoje quero um post de Solteira para solteirasss e peço que vocês me ajudem nas dicas também.
O que fazer sozinha no “temido” Dia dos Namorados?
 
Cuide-se
Nada melhor aproveitar a data alheia e se jogar em uma mudança de cor de cabelo, ou em uma simples hidratação caseira.
Um esmalte diferente do que você costuma usar.
Um banho gostoso e um bom hidratante podem te dar a certeza que você é a pessoa mais especial da sua vida.
Presenteie-se
Se você namorasse ia gastar dinheiros comprando presente não é mesmo?
Então aproveitaaaaaaa e compre um presente para você, algo que vai te servir como uma luva afinal foi você que escolheu. Sapatos, roupas, lingeries, pijamas fofos ou sexys, perfumes e makes são ótimas opções.
Programe-se para sair de casa:
[Estou falando do Sábado afinal o Domingo em si já não tem muita utilidade]
Sim para uma data tão “especial” vale uma programação mais digna, que tal aquela balada que você que ir tem tempos mas fica sempre adiando? 
Hora de se jogar na balada no sábado e comemorar a sua Vida.
Você não curte Balada?
Que tal um restaurante novo? Novos sabores vão tornar a data muito mais especial.
Com quem você vai? 
Isso não deve importar muito, mas sempre tem uma amiga, vizinha ou tia solteira para acomapanhar. Caso não tenha ninguém  e você estiver sem animo para encarar as dicas acima sozinha, eu sugiro que você se apronte e siga rumo ao Cinema para experimentar a deliciosa sensação de se amar tanto que consegue se divertir até sozinha.
Realize-se
Independente do que escolher fazer, faça com amor o mais verdadeiro amor do mundo o Amor Próprio e seja muitooooo feliz não só neste dia mas em todos.   
24.05.11

Mulheres do Titanic

Olho o cardápio pela décima vez, tentando convencer meu estômago de que um sanduíche light de peru é melhor do que uma fatia de bolo de banana com nozes. 
Não dá. É óbvio que um bolo molhadinho e crocante (como conseguem conciliar as duas coisas?) é infinitamente mais atraente e saboroso do que duas fatias de pão seco acompanhadas por um melancólico peito de peru.
Mas é preciso resistir e já estou a um passo de pedir (tristíssima) o sanduíche quando me lembro de uma frase da humorista americana Erma Bombeck: ‘Aproveite o momento. Pense nas mulheres do
Titanic que tinham acabado de recusar a sobremesa’
.
Era o argumento que me faltava. 
Ataco o bolo de banana com uma alegria sem limites e sem qualquer vestígio de culpa. A sensação é de prazer absoluto. Um momento raro, penso.
E chego à conclusão de que nós, mulheres, temos nos permitido
cada vez menos esses momentos. 
Temos recusado as sobremesas, as
entradas, os pratos principais… E não só nas refeições, mas na vida em geral,
o que é uma pena…

‘A gente tem que fazer tudo certo. Parece agenda de escoteiro’, se queixa Flávia. ‘Começa com a tal da alimentação saudável e que não engorde, o que às vezes significa abrir mão de todos os alimentos que nos dão prazer. 

E não venham me falar em comer meia barrinha de chocolate uma vez por semana, porque isso não é prazer – é masoquismo disfarçado.
Mas a comida é só um item na lista. 
A gente vive fazendo o que não quer, pra causar boa impressão nos outros, ser admirada, elogiada, enfim, pra que todos nos achem o máximo’. Cito a frase de Erma Bombeck. Flávia se exalta: ‘É isso mesmo! A gente tem se privado de tudo que é bom, como se a vida fosse durar pra sempre. Só que o Titanic afunda quando a gente menos espera’.

Silvana, que vinha acompanhando a conversa em silêncio,interfere: ‘É por isso que eu não abro mão de certas coisas, inclusive de comer o que eu gosto. Quando o barco afundar, bóia eu já tenho (rs). Ou vocês acham que estes pneuzinhos estão aqui à toa?’. Ela conta que já recusou muitas sobremesas, em todos os sentidos. Mas, desde que foi vítima de um assalto e viu que sua vida poderia ter acabado ali, decidiu viver com mais leveza e mais alegria. ‘Parei de me policiar 24 horas por dia, tentando ser a mais perfeita das mulheres. Foi como se eu morasse em uma casa escura e, de repente, abrisse todas as janelas pro ar e o sol entrarem.’ Arejar a vida implicou revogar o que ela chama de ‘regrinhas tolas’. ‘Com um planeta ameaçado de ficar sem água, vou me preocupar com as raízes do meu cabelo tinto? 

Não! Quero mais é viver’.

Viver, hoje, para a advogada, significa encher a cozinha de carboidratos, escolher ‘muuuito’ os lugares aonde quer ir (‘Cortei pela metade os aniversários, casamentos, formaturas e alguns encontros de família’), 

sair com homens ‘bem mais novos ou bem mais velhos’ sem se
preocupar com o que os outros pensam, parar de fazer jogo de cena para
que os homens a achem difícil (‘Eu tenho alma de mulher fácil e ficava
exausta fingindo que era inacessível’) e por aí vai. 
Às vezes ela se dá de presente um ‘dia da noiva’, mesmo não tendo nenhum noivo em vista. Outras vezes, sai para dançar mesmo não tendo companhia (‘Bebo alguma coisa antes de sair pra ajudar a vencer a timidez’). 
Quanto às sobremesas, nem pensar em recusar: ‘Mesmo porque’, ela explica, ‘o prazer que um petit-gâteau me proporciona pouquíssimos homens, até hoje, conseguiram me dar’.
‘Travel light’, ou ‘Viaje com pouca bagagem’, vivem aconselhando os
turistas mais descolados. Silvana adotou a prática: ‘Eu recomendo a todas’,
conclui. ‘Descompliquem a vida. E, enquanto o mar permite, boa viagem’.
Por Leila Ferreira
(jornalista, apresentadora de TV e autora do livro Mulheres, Por que será que elas?-Editora Globo)
A Adriana Telhada uma leitora do blog dividiu comigo e eu venho compartilhar com vocês , espero que gostem eu achei fabuloso e uma ótima reflexão.
16.05.11

Coaching, o que é isso?

Ultimamente tenho publicado alguns textos com os fundamentos e valores do coaching. Muitas pessoas, blogs, modelos e lojas têm me perguntado como é “isso” de coaching e o Blog Beleza Sem Tamanho ofereceu esse espaço para que eu possa falar para vocês o que é esse programa e como ele te beneficia em vários aspectos de sua vida.    



 1.  O que é o coaching, exatamente?
É uma assessoria pessoal e profissional que visa evolução, aperfeiçoamento, bem-estar e qualidade de vida. O coaching conduz você a novos hábitos e padrões de forma ágil e consistente.
2.       Como acontece?
É feito através de diálogo entre o coach e você, que tem como objetivo te levar a encontrar mais satisfação em sua vida, gerar opções e ampliar realizações, através de procedimentos específicos e acompanhamento contínuo até que o cliente atinja uma determinada meta e objetivo.
3.       É tipo uma terapia?
Não, de jeito algum. O coachi
ng é feito em sessões sigilosas individuais ou em equipe (caso de treinamento coletivo para objetivos comuns), mas o foco é o futuro. Portanto não há qualquer relação com terapia ou aconselhamento. Não há julgamento.
4.       Em geral, as pessoas e empresas procuram o programa pra quê?
Ainda que as pessoas se dediquem, e que sejam fortes as suas intenções, a geração de novos hábitos, aprendizados ou comportamentos leva tempo. Cada pessoa muda na sua própria velocidade e nós não podemos acelerar isso, mas podemos encurtar os caminhos. O coaching ajuda você a descobrir suas próprias soluções, desenvolvendo seu potencial e não fornecendo o peixe, mas ensinando a melhor forma de pescar. O maior benefício é alcançar RESULTADOS. Nada como atingir suas metas e perceber como é bom sentir o sucesso.
5.       Quais as principais áreas que atua o coach?
Pessoal: bem estar físico, mental, emocional, social, afetivo, financeiro e etc. Muitas atitudes e comportamentos nos levam a ver poucas ou até nenhuma solução para questões que nos incomodam. Eliminar empecilhos e tomar a direção de seus objetivos.
Profissional: desenvolvimento de carreira, de negócios, gerar oportunidades e opções financeiras etc. Muitas pessoas tem “ a faca e o queijo na mão”, mas precisam serem guiadas por todos os ângulos da oportunidade a fim de usar seus instrumentos com total habilidade.
6.       Tem alguns exemplos práticos de como o coaching ajuda alguém?
Um bom exemplo para o Beleza Sem Tamanho:
·         Pessoas acima do peso – algumas estão muito bem resolvidas e em paz com a saúde e a balança, e utilizam o coach para desenvolver comportamentos e habilidades em outras áreas de sua vida, focando em carreira e qualquer restrição que ela possa enfrentar para atingir seus sonhos. Outras pessoas não estão tão satisfeitas e tem uma visão distorcida de sua imagem. Isso atrapalha na carreira, relacionamentos e auto-estima.
·         Pessoas que querem ampliar suas oportunidades de trabalho, almejam cargos, querem mudar comportamentos, têm muitas idéias mas não concretizam nenhuma, que parecem perdidas sem saber para onde ir, que precisam potencializar suas habilidades etc.
São inúmeros os benefícios do coaching… Clique aqui
7.       Quanto tempo demora? Onde faz?
Em geral de 10 a 12 sessões. O programa tem início, meio e fim de forma que o foco não seja perdido. Pode ser feito o e-coaching (via skype, MSN com voz e vídeo), ou sessões presenciais. Duram em torno de 1 hora e são feitas em geral 1 vez por semana.
8.       É um treinamento?
Um COACH age como um treinador esportivo: Oferece recursos, tira limitações, encoraja, desafia. Leva a pessoa a obter mais de si mesmo e a conquistar excelentes realizações.
9.       Como é percebida a mudança ou o fato de atingir os objetivos?
Desde a primeira sessão as mudanças são perceptíveis. Você já se encaminha aos seus objetivos com foco. No meio das sessões é feito uma avaliação, bem como no final. Os resultados são mensuráveis e impressionante.
10.   Acabando um programa, eu entro em outro? É caro?
Os programas são realizados de acordo com objetivos. Para objetivos diferentes, programas diferentes. Você certamente se beneficiará do programa.
O melhor investimento é aquele que você faz em você mesma, porque esse não é perdido.
 Então, quanto tempo mais você vai levar para atingir seus sonhos?
Nayra R. M. Leite
Coach – foco em resultados
Conheça mais sobre coaching: www.aryan.com.br

Eu Kalli, tenho acompanhado de perto duas pessoas com focos bem diferenciados e tem sido super interessante ver o progresso delas, não sei detalhes mais vejo a evolução e satisfação das conquistas.
Se elas creditam ao Coach, me resta propagar o quanto a vida pode mudar quando aprendemos a administrar melhor nossas ações.
Eu ainda não estou no programa, mais quando ele acontecer vocês vão perceber uma mudança ou melhor uma evolução e entender a importância.
04.05.11

Malissa, 21 anos e já conhece bem os extremos do Transtorno Alimentar

Malissa Jones foi considerada a adolescente mais gorda da Grã-Bretanha, aos 17 anos se submeteu a uma cirurgia de estômago e reduziu 159 quilos se tornando uma gorda aceita na sociedade no quesito tamanho.
Já no fim de 2009 deu uma entrevista dizendo se arrepender por mais que pareça ingrato ela preferia ser obesa, o governo não arcaria  com as plásticas  e ela não tinha como ter esse dinheiro, declarava preferir o corpo grande e rigído do que o atual  totalmente flácido que ela acabava escondendo em roupas. [veja aqui]



Lendo assim é bem triste, só que infelizmente a saga de Malissa não terminou assim.

Hoje saiu uma nova matéria dela na mídia onde traz a triste notícia que ela desenvolveu anorexia e se encontra hoje com 50 quilos sendo 12 de peles.
Os motivos que levaram Malissa a isso podem ser diversos, mais sabemos bem que o acompanhamento psicológico no caso dela foi totalmente falho.
Eu lamento que em 2009 quando ela deu a declaração sobre a vergonha do seu atual corpo, não tenha conseguido que o governo a ajudasse, creio olhando daqui que ela deu o grito de socorro na matéria mais infelizmente não foi ouvida e hoje ela está novamente pedindo para viver, espero que algo seja feito e que daqui um tempo sejamos presenteados com a notícia que ela está bem e saudável.


Para Malissa fica o desejo de recuperação, ela só tem 21 anos e muita carga emocional baseada em seus transtornos alimentares.


Para todos que passam aqui fica a reflexão, a cirurgia não é o fim dos problemas, se essa garota tivesse encontrado na vida dela algum caminho mais lento para sair do risco de morte por ser obesa provavelmente estaria sendo mais feliz.
Mais ela não deve ter tido muito escolha e aos 17 anos as coisas podem parecer encantadoras.
Meninas e meninos de 40/50/90/110/150 ou 200 quilos que passam no meu blog, acredite a BELEZA  é sem TAMANHO, busquem estar saudáveis não se apeguem no que uma balança mostra sobre vocês e muito menos no que a mídia tenta te vender.

03.05.11

[Reflexão em Vídeo ]

Assisti esse vídeo no Face de uma amiga a @agscarpelli e parece que era tudo que eu queria ouvir nessa madruga, espero que a mensagem seja tão bem recebida no coração de cada um de vocês que passarem por aqui hoje.
Tenham um bom diaaaaa.





Foi composta antes de eu nascer, se todos seguissem um pouquinho o mundo seria bem melhorrrrrrrr.
Eu estou tentando fazer o meu melhor e vocês?