fbpx
10.10.13

Adoção e Guarda Responsável: Animais não são brinquedos

Oie peoples, o tema de hoje na certa para quem me conhece um pouquinho melhor, é no mínimo estranho, mas vou explicar direitinho. *___* Como muita gente que lê o blog já sabe, e outras vão saber agora, eu tenho: medo, fobia, pânico de animais. No entanto o assunto aqui também é muito do meu interesse, pois com a Adoção e Guarda Responsável são menores os riscos de animais serem abandonados nas ruas.

É ridículo eu sei, mas eu ando na rua desviando de cachorros  e não seguindo o caminho que preciso fazer. Uma de minhas irmãs conseguiu vencer o medo (ainda tenho duas no mesmo estilo que eu)   tem hoje em dia três cães e nem quando chegaram os filhotinhos eu me animei a enfrentar o meu medo.

 

Minha sobrinha linda e meu sobrinho cão ainda bebê, que eu nunca peguei no colo.

Minha sobrinha linda e meu sobrinho cão ainda bebê, que eu nunca peguei no colo.

1150184_601443529908480_677952798_n

Olha como ele é lindo *____*
E eu não chego perto 😐

Então por esse motivo eu aderi a esta blogagem coletiva, que foi criada para que exista uma maior conscientização das pessoas na hora de adotar um bichinho de estimação ainda filhote, muitas pessoas se esquecem de que eles vão crescer e podem não corresponder as expectativas de continuar sendo um “brinquedinho”, neste momento muitos animais são jogados nas ruas e ficam sofrendo maus tratos, passando necessidades e aterrorizando as pessoas estranhas feito eu.

 Vamos entender melhor o que é a guarda responsável?

Evitar maus tratos e abandonos dos animais é tarefa de todos e a melhor forma de começarmos é conscientizando todos a nossa volta.  O primeiro passo nessa missão já foi dado.  Existem 10 pilares para o que chamamos de Guarda Responsável, são os 10 mandamentos para quem se preocupa em fazer do mundo um lugar melhor para os animais:

01. Educação das crianças sobre a necessidade do respeito aos animais;

02. Denúncia e vigilância contra maus tratos aos animais;

03. Castração dos peludinhos pra evitar o abandono dos filhotes não planejados;

04. Vacinação para todos;

05. Visitas regulares ao veterinário;

06. Conscientização contra os abandonos, principalmente no final do ano;

07. Necessidade de auxílio aos cães e gatinhos mais idosos;

08. Alimentação digna e saudável;

09. Espaços adequados para a diversão e bem-estar;

10. Higiene constante do local onde moram e também deles mesmos.

Além disso, é importante haver uma valorização de empresas que apoiam as Ongs que resgatam estes animais, quem acompanha a causa animal sabe que muitas ONGs e protetores dependem da doação de dinheiro e alimentos para manter os animais sob condições dignas. A Max Alimentos,  empresa de ração para cães e gatos possui o programa Max em Ação, que foi criado para doar rações para ONGs e Protetores de animais do Brasil inteiro.

Em cada pacote das rações Max, você encontra um vale-ração que pode ser transformado em doações para ONGs e Protetores. Para doar é bem simples, você pode enviar os selos por correio dizendo pra qual ONG ou protetor você quer doar seu vale-ração ou depositar em uma urna que fica nos petshops cadastrados ou ainda entregar diretamente pra alguém de sua confiança para que eles se encarreguem de fazer o pedido da doação. ONGs e protetores independentes podem se cadastrar no programa gratuitamente pelo site: www.maxemacao.com.br.

Lista de ONGs beneficiadas pela Max em Ação: http://www.maxemacao.com.br/busca-ong-protetor/letra/a.html

2 Comentários // Deixe o seu!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *